terça-feira, 11 de julho de 2017

A troika quer um salário mínimo ainda mais baixo - para destruir qualquer ideia de futuro

Ser trabalhador pobre não quer dizer...


... ser trabalhador menos cool.

Cobrindo uma lacuna do mercado, alimentado por uma gama de clientes cada vez mais alargada, já existem diversas marcas de produtos adaptados a uma "economia de marmita", em linhas atenuadas e elegantes, de design de qualidade, que aproveita os curtos espaços para a comida - não se deve comer muito entre dois turnos, que dá sono - e para os talheres, a guardar em pequenos estojos de borracha que podem ser laváveis quando chegar a casa.

E tudo em cores alegres, vivas, umas mais vermelhas, outras mais cristãs-democratas, outras anarquistas, dependendo das cores do clube ou do coração, que até dá gosto mostrar a marmita aos outros camaradas.

Cada objecto custa 3% do SMN? Vai ter de gastar uns 10% do SMN para usar o conjunto completo? Poupe um pouco mais. No fundo, tem de comer todos os dias e o preço dilui-se rapidamente. Não perca a alegria, já que perdeu a esperança.

É tão bom o capitalismo...

[João Ramos de Almeida in blog «Ladrões de Bicicletas»]

Sem comentários:

Enviar um comentário