terça-feira, 15 de novembro de 2016

Trump presidente dos Estados Unidos - um grande retrocesso civilizacional nos direitos e liberdades individuais e nos direitos humanos, mas não somente

Trump é desumano, é racista, vai construir mais um muro na fronteira EUA - México, pois já há um, com cerca de mil quilómetros, e vai deportar milhões de emigrantes.

Com Trumpt triunfou o ódio às minorias e aos direitos e liberdades individuais, triunfou o ódio aos Direitos Humanos.
Triunfou também o ódio ao Planeta Terra, triunfou o amor às petrolíferas e ao aquecimento glogal.

No entanto, numa coisa concordo com Trump, é preciso acabar com a globalização, tal como ela é.

1 comentário:

  1. É um case-study para a história: a forma como as marionetas da alta finança (capital global) fizeram a campanha anti-Trump.
    .
    Foi possível constatar que a alta finança (capital global) possui infiltrados por todo o lado... inclusive nos movimentos nacionalistas.
    O trabalhinho dos infiltrados nos movimentos nacionalistas é o seguinte:
    - eles sabem que são múltiplas as Identidades Autóctones em risco de sobrevivência por todo o planeta... no entanto... eles gostam é de andar ocupados em quezílias/(cortina de fumo) com a esquerdalha... e em simultâneo... BLOQUEANDO O ACTIVISMO GLOBAL NECESSÁRIO para enfrentar a ameaça global: aqueles que já se consideram os Donos Disto Tudo (DDT's) - a alta finança (capital global) -... estão apostados em dividir/dissolver as Nações... terraplanar as Identidades... para assim melhor estabelecerem a Nova Ordem Mundial: uma nova ordem a seguir ao caos – uma ordem mercenária (um Neofeudalismo).
    .
    De facto, É NECESSÁRIO UM ACTIVISMO GLOBAL: leia-se, as múltiplas Identidades Autóctones (no continente europeu e não só) em risco de sobrevivência... devem contactar entre si... e devem manifestarem-se a nível global.

    ResponderEliminar