quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Hitler e Mussolini ressuscitaram na Colômbia ou o amor ao homicídio




As forças nazistas ganharam um referendo na Colômbia contra a paz, votaram no amor ao ódio, votaram no amor à guerra, votaram no amor ao assassinato e à tortura.

A guerra no essencial da sua definição é assassinato e tortura e destruição.

O Mal nazista triunfou na Colômbia. Mais de 6 milhões de homens e de mulheres de todas as classes sociais votaram a favor do assassinato, da tortura e da destruição. A Humanidade é isto, a selvajaria nazista não é exclusiva dos alemães, está espalhada e triunfou na Colômbia. A selvajaria destes homens e mulheres nazistas surge num contexto cristão, predominantemente católico. Muitos destes e destas homicidas que votaram a favor do homicídio, da tortura e da destruição vão à missa, são católicos praticantes. A selvajaria religiosa não é exclusiva do Estado Islâmico ou Daesh, é também uma perversão do catolicismo colombiano.
Contra as forças do Mal nazista, contra as forças apoiantes do homicídio, da tortura e da destruição também votaram mais de seis milhões de homens e mulheres, mas perderam. 

Sem comentários:

Enviar um comentário