segunda-feira, 24 de outubro de 2016

As guerras quentes, em curso, contra a Grécia e contra a Venezuela


Eu aqui expliquei que era provável que o cancro de Hugo Chávez tenha sido induzido por um atentado biológico da CIA.
A Red Voltaire enumerou uma estranha lista de casos de cancro em chefes de Estado da América do Sul, mesmo muito estranhos.
A Grécia está debaixo de uma guerra quente, brutal como a ocupação nazi, dirigida por Berlim, via Frankfurt e via Bruxelas.
As máfias direitolas que dominam a comunicação social portuguesa levam o debate político para o servilismo a dois impérios: o IV império alemão e o actual Reich dos Estados Unidos.
A Grécia, sobretudo via Ângela Merkel e via Mário Draghi, está sob ataque continuado de uma guerra económica-financeira que faz mortos e feridos.

O Reich dos Estados Unidos está em guerra económica-financeira contra a Venezuela. Essa guerra económica e financeira de Washington contra a Venezuela está a agravar-se cada vez mais, causando casos de penúria muito graves. É o golpe de Estado dos bancos internacionais e das multinacionais. O Capriles, um fascista da nova vaga, às ordens das grandes empresas multinacionais tenta chegar ao poder como Mussolini o fez na Itália. O império dos Estados Unidos quer reconquistar a Venezuela, agora, custe o que custar.

Sem comentários:

Enviar um comentário