quinta-feira, 29 de setembro de 2016

O que mais me surpreende a mim não são as selvajarias do fascismo-franquismo, mas a sua impunidade

«Há 41 anos foi assim




Em 27 de Setembro de 1975 foram fuzilados cinco antifascistas espanhóis e, em Portugal, não se esperou pela execução e iniciou-se, na véspera, assaltos aos consulados de Espanha, ataque a sedes de empresas espanholas e incêndio e destruição da embaixada de Espanha em Lisboa.
Ver aqui um post do ano passado.»

[In blog «Entre as brumas da memória»] 

Sem comentários:

Enviar um comentário