domingo, 10 de julho de 2016

A táctica do seleccionador e dos jogadores franceses foi um ataque terrorista contra o melhor jogador do Mundo

O sórdido futebol francês que se apurou para Ádrica do Sul, jogando Thierry Henry com a mão contra a Irlanda, não suporta, numa final da UEFA do corrupto Platini, o melhor jogador do Mundo a exibir-se no Stade de France.
Contra a Irlanda os franceses praticarm roubo, contra Cristiano Ronaldo os franceses praticaram um ataque terrorista ad hominem.

Sem comentários:

Enviar um comentário