sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

O natal dos neoliberais é o Natal da desumanidade absoluta, da ganância absoluta

«Feliz Natal


Pensando no bem comum, hoje precisamos que a política e a economia, em diálogo, se coloquem decididamente ao serviço da vida, em especial da vida humana. A salvação dos bancos a todo o custo, fazendo pagar o preço à população, sem a firme decisão de rever e reformar o sistema inteiro, reafirma um domínio absoluto da finança que não tem futuro e só poderá gerar novas crises depois duma longa custosa e aparente cura. A crise financeira de 2007 e 2008 era a ocasião para o desenvolvimento duma nova economia mais atenta aos princípios éticos e para uma nova regulamentação da actividade financeira especulativa e da riqueza virtual. Mas não houve uma reacção que fizesse repensar os critérios obsoletos que continuam a governar o mundo.

Papa Francisco, Carta Encíclica Laudato Si, 2015, p. 58. Leitura complementar: o artigo de Michel Lowy na Monthly Review sobre a natureza anti-sistémica da Laudato Si. Boas leituras natalícias.»
 (In blog «Ladrões de Bicicletas»)

Sem comentários:

Enviar um comentário