terça-feira, 3 de novembro de 2015


A selvática guerra de Passos Coelho, Cavaco e Portas contra os portugueses provocou pesadas baixas em 4 anos: empobrecimento, falências de empresas e de famílias, desemprego e salários baixos, pobreza, miséria e fome... emigração em massa para fugir à desgraça..

Matar a esperança, assassinar qualquer ideia de esperança, em dias melhores foram as ordens de Berlim (directamente e via falsa «CE» de Bruxelas e falso «BCE» de Frankfurt») e de Washington (via FMI), os dois países que colonizam Portugal, para Passos Coelho, Cavaco e Portas (o trio que forma a Troika interna).

Washington coloniza Portugal mais militarmente através da NATO e Berlim através o Tratado Orçamental e outras aberrações da ex-União Europeia, actualmente mais especializada na construção de muros protegidos por arame farpado, mesmo dentro da própria ex-União Europeia. A Irlanda, a Suécia, a Finlândia e a Áustria não fazem parte da NATO. Portugal foi colocado na NATO por Salazar.


Para matar a esperança da maioria dos portugueses a Troika externa e Troika interna decidiram EMPOBRECER a maioria dos portugueses e impor trabalho escravo, isto é, trabalho não pago, através da proibição de feriados, com o apoio da UGT, sempre pronta a apoiar o regresso à escravatura.

Sem comentários:

Enviar um comentário