sexta-feira, 4 de setembro de 2015

José Sócrates libertado da prisão de Évora para ficar em prisão domiciliária em Lisboa


Acho que a dúvida metódica cartesiana se deve aplicar o todo o poder, ao poder legislativo, ao poder executivo e ao poder judicial.

Eu acho que não se deve meter na cadeia um político, só porque não se gosta dele, como fazia Salazar através da PIDE. Eu não tenho conhecimento de nenhuma acusação contra José Sócrates que justificasse qualquer tipo de prisão.

Sem comentários:

Enviar um comentário