domingo, 19 de julho de 2015

O ESTRANHO IMPÉRIO DOS VENCIDOS NA II GUERRA MUNDIAL

Como foi possível formar-se o império dos vencidos na II Guerra Mundial?
Hitler ganhou eleições livres na República (Alemã) de Weimar. Gradualmente, foi aplicando os princípios do nacional-socialismo, que culminaram com o assassinato de cerca de seis milhões de judeus, nomeadamente em Auschwitz e Treblinka, homens mulheres e crianças de todas as idades.
O império alemão nazi, o III Reich, era para durar mil anos, mas durou menos tempo. O nazismo era caracterizado pelo pensamento único, pela afirmação de que não há alternativa, e por uma crueldade absoluta, pelo absoluto desprezo pelo mal infligido a terceiros pelo pensamento único.
O extermínio dos judeus foi um genuíno projecto europeu, da Alemanha no qual colaboram nomeadamente, a França, a Áustria, a Itália, a Finlândia, a Polónia, a Ucrânia, a Letónia, a Estónia, a Lituânia, a Roménia, a Hungria e a Croácia.
Esmagado militarmente pela Rússia Soviética (formalmente URSS) e pelos Estados Unidos, com a ajuda da Inglaterra, o III Reich perdeu todos os territórios a leste dos rios Óder e Neisse (a chamada linha Óder-Neisse), a fronteira leste da Alemanha foi forçada pelos russos a recuar mil anos, para o século dez.
A Alemanha vencida ficou sem Estado, substituído por zonas de ocupação da Rússia, dos Estados Unidos, da Inglaterra e da França.
As zonas de ocupação dos Estados Unidos, da Inglaterra e da França foram unidas e formaram a República Federal da Alemanha, com capital em Bona.
A zona de ocupação russa deu origem à República Democrática Alemã, com capital em Berlim-leste.
A RFA adoptou o modelo capitalista e uma democracia semelhante à República de Weimar, mas o presidente, eleito pelo parlamento ficou com poderes muito reduzidos, por imposição dos Estados Unidos e foi ajudada pelo chamado plano Marshall dos Estados Unidos.
A RDA adoptou o marxismo-leninismo, por imposição da Rússia Soviética.
A parte oeste de Berlim, no meio da RDA, foi transformada numa cidade-estado administrada pelos Estados Unidos, pela Inglaterra e pela França e foi cercada por um muro em elipse, muito semelhante ao muro que separa os Estados Unidos do México e ao muro que separa a Hungria da Sérvia.

A implosão do marxismo-leninismo na Rússia e no resto da Europa, deu origem à reunificação da Alemanha, com capital em Berlim.
O hino da Alemanha reunificada passou a ser a terceira estrofe do hino da Alemanha nazi, com a autorização dos Estados Unidos.
Washington decidiu apoiar um novo imperialismo alemão no século XXI.
A Alemanha actual, em território, é mais pequena do que a França, do que a Espanha e do que a Suécia.

O imperialismo alemão do século XXI tem pés de barro e só é possível com o colaboracionismo da França.

A Zona Euro é uma zona militarizada, o euro é uma moeda militarizada, ao serviço do imperialismo alemão.

Sem comentários:

Enviar um comentário