sexta-feira, 5 de junho de 2015

O PÓS-NEOLIBERALISMO


A Troika (FMI + «CE» + «BCE») tem uma agenda neoliberal ostensiva.
O FMI é dominado pelo neoliberalismo estadunidense e a «CE» e o «BCE» pelo imperialismo alemão.
Os neoconservadores teorizaram os princípios do Reich dos Estados Unidos para o século XXI. A aliança do Reich estadunidense com o imperialismo alemão é uma marca do século XXI.
O neoliberalismo pretende instituir uma ditadura da alta burguesia duradoura: privatizar tudo o que dá lucro e tornar o trabalho o mais precário possível, o mais inseguro possível.


O imperialismo estadunidense e o imperialismo alemão defendem a ditadura social da alta burguesia.

Já surgem ideias pós-neoliberalismo, mas não tem ainda grande capacidade mobilizadora, mas vão-se afirmando, quer no Brasil, quer na Europa.
A vitória do «Syriza» na Grécia e a ascensão do «Podemos» na Espanha são manifestações pós-neoliberalismo. O ataque violento à Grécia é uma tentativa dos convertidos ao neoliberalismo de impedirem a afirmação de uma alternativa.

Mas o fim do Mundo não parece estar para breve, como querem fazer crer os neoliberais. O Mundo daqui por dez mil anos é imprevisível.

Sem comentários:

Enviar um comentário