terça-feira, 19 de maio de 2015

A ESSÊNCIA DA ALEMANHA É AUSCHWITZ, A ESSÊNCIA DA «UNIÃO EUROPEIA» É AUSCHWITZ, SER EUROPEÍSTA É AMAR AUSCHWITZ





Factualmente foram responsáveis pelas selvajarias de Auschwitz, a Alemanha, a Áustria, a Itália, a França, a Finlândia, a Roménia, a Hungria e a Bulgária. E ainda a Polónia ocupada, a Ucrânia ocupada e as repúblicas bálticas. Os polacos recebiam dinheiro para colocarem crianças em Auschwitz.


Como podemos constatar as selvajarias de Auschwitz são, em primeiro lugar, da responsabilidade da Alemanha; mas o abastecimento de Auschwitz de homens mulheres e crianças, de todas as idades, para serem torturados e assassinados, foi um projecto europeu, foi um trabalho colectivo dos europeus.



A Esquerda europeia espera em vão pelos amanhãs que cantam na «União Europeia». Os amanhãs não cantam na «União Europeia». Factualmente, a «União Europeia» (comandada de Berlim directamente, de Berlim via Frankfurt e de Berlim via Bruxelas, com o apoio dos países colaboracionistas e dos políticos colaboracionistas) e os europeístas querem transformar a Grécia, Chipre, Portugal e a Itália em quatro gigantescos Campos de Concentração como o de Auschwitz. Empobrecimento, salários de miséria, sofrimento, pobreza, miséria, desemprego, fome e morte, são as imposições da União Europeia, de facto, em nome dos Tratados como o de Maastricht e como o Tratado Orçamental e em nome dos compromissos assumidos pelos políticos colaboracionistas contra os seus povos.


Quem está à espera que a «União Europeia» mude para melhor, está à «espera de Godot», está à espera do contrário do que está a acontecer, diante dos nossos olhos. Neste momento o ódio e a selvajaria da «União Europeia» estão mais concentrados em arruinar a Grécia e o povo grego.

Sem comentários:

Enviar um comentário