quarta-feira, 25 de março de 2015

TEMPO DE QUEDA E DE DECADÊNCIA


O ex-primeiro-ministro José Sócrates é um preso político preventivo, à boa maneira salazarista.
A família Espírito Santo está em queda livre, aquela que foi a família, da alta burguesia, mais poderosa da III República.
Cavaco Silva está em queda livre de popularidade, os que não votaram nele estão decepcionados com ele, mas também muitos dos que votaram nele.
O governo de Passos Coelho está em queda, tem feito patifarias em cima de patifarias, à maioria dos portugueses, é governo sem princípios válidos, é imoral, com ilegalidades em cima de ilegalidades.
François Hollande está em queda livre e Rajoy também, por se ajoelharem perante Berlim e suas barbaridades austertárias.

A chamada «União» Europeia caiu ao chão, em vez de melhorar a qualidade de vida dos cidadãos «ajudados» leva-os à ruína, fabrica desemprego, empobrecimento, pobreza e fome.

O regime da III República de Portugal, nos últimos anos, criou um ambiente semelhante ao dos 3 últimos nos da Monarquia Constitucional cartista.
Gostaria que das eleições de Setembro emergisse uma coligação de Esquerda para governar Portugal.
O governo da Alemanha (Direita + SPD) chantageia, oprime e insulta barbaramente a Grécia governada pelo Syriza, que resolveu sair do rebanho…
O tempo histórico na Europa acelerou bruscamente com a derrota monumental dos partidos servos da Alemanha na Grécia.
É difícil fazer previsões para um mês, e muitíssimo mais para um ano…

A grande esperança dos portugueses está na queda do governo de Passos Coelho e Paulo Portas, através das eleições de 2015. Se depois destas legislativas o PSD e o CDS saírem de cena será um grande passo em frente.

Sem comentários:

Enviar um comentário