domingo, 15 de fevereiro de 2015

O EIXO BERLIM-WASHINGTON, A EXPANSÃO PARA LESTE E O CERCO À RÚSSIA


O regime fascista de Kiev não caiu do céu. Foi o imperialismo alemão aliado ao imperialismo estadunidense, que, copiando a chamada «revolução fascista» de Mussolini, também conhecida por marcha sobre Roma, implantou o regime fascista em Kiev, a cidade, onde nasceu a civilização russa, através do principado de Kiev, destruído no século XIII pelas invasões bárbaras mongóis.
Os mídia ocidentais dominantes, são meios de guerra de propaganda. O seu papel é mentir e explicam o cerco à Rússia pela NATO, fruto da aliança do Reich estadunidense com o IV Reich alemão, como treino militar.
Adolf Hitler teorizou a expansão para Leste e o IV Reich alemão aliado ao Reich estadunidense está a praticá-la a tiro de canhão já na Ucrânia.
Na II Guerra Mundial a Rússia e os Estados Unidos combateram do mesmo lado contra a Alemanha. No século XXI mudaram-se as alianças, A Alemanha e os Estados Unidos combatem do mesmo lado contra a Rússia.
A Rússia perdeu territórios por ordem de Lenine, de Estaline e de Krutchov.

Brejnev, um político russo que substituiu Krutchov nem sequer se deu ao trabalho de anular a perda da Crimeia pela Rússia no tempo de Krutchov, nunca percebeu que era necessário rever o mapa da URSS e devolver à República Soviética da Rússia os territórios historicamente russos habitados por povos de língua russa, retirados à Rússia por Lenine, Estaline e Krutchov.
Esses povos russos colocados fora da Rússia por Lenine, Estaline e Krutchov é que não aceitam perder a sua identidade.
Gorbatchov e Ieltsin, ambos de nacionalidade russa, especializaram-se a arruinar a Rússia e a agradar aos inimigos da Rússia.
Putin ainda não percebeu que a URSS ou União Soviética foi construída contra a Rússia e contra os povos de língua russa. Isso aconteceu porque Lenine e Estaline pensaram que a URSS ou União Soviética seria eterna, mas não foi.

O palhaço Poroshenko colocado a mandar em Kiev pelo Reich estadunidense e pelo imperialismo alemão é um sub-contratado nesta guerra quente contra a Rússia e contra os povos de língua russa.

1 comentário:

  1. Ucrânia voltou a sua terra de invasores Rússia, Polónia, Roménia

    ResponderEliminar