domingo, 4 de janeiro de 2015

JOSÉ SÓCRATES É UM PRESO POLÍTICO NA III REPÚBLICA?


Utilizo a dúvida metódica cartesiana em relação ao poder. Assim, duvido, metodicamente do poder legislativo, duvido, metodicamente, do poder executivo e duvido, metodicamente do poder judicial. Não conheço as razões que levaram o poder judicial a convocar as câmaras de televisão para prender José Sócrates. Isto é ilegal, logo o poder judicial actua fora da lei. É um hábito o poder judicial ser o primeiro a dar o exemplo de desprezo pelas leis. Isto é factual.
No caso José Sócrates o poder judicial tem desprezado as leis da III República. E José Sócrates também violou as leis da III República? Não sei o que José Sócrates fez para o prenderem. Oficialmente, nada se sabe de concreto que justifique a prisão de José Sócrates.
Não acredito na santidade do poder judicial, não acredito na santidade do poder executivo e não acredito na santidade do poder legislativo. É por isso que quero saber, com clareza, as razões da prisão de José Sócrates.
É a clareza dos factos que nos permite tirar conclusões sólidas.
Parte da Direita exulta com a prisão de José Sócrates e com o facto do caso dos submarinos não ter dado em nada.

A ausência de clareza na actuação do poder judicial no caso José Sócrates pode levar-nos a concluir que José Sócrates é um preso político, que foi preso por motivos políticos.

1 comentário:

  1. Mas acredita, subentende-se, na santidade do Zé Trocas...

    Francamente, José...

    João Pedro

    ResponderEliminar