quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

CHARLIE E A BARBÁRIE EM NOME DA DEMOCRACIA


O caso Charlie Hebdo deu oportunidade aos que o organizaram o golpe fascista de Kiev, e o extermínio de populações russas por Kiev, que não consideram os palestinianos seres humanos, que não reconhecem o Estado da Palestina contra o Mundo, que organizaram e armaram milícias anti-Assad pondo a Síria a ferro e fogo, como Hollande e Cameron, deu oportunidade a estes vigaristas de se autoproclamarem defensores dos Direitos Humanos (para eles os palestinianos não são humanos).

A seguir, estão a cinzento os países que não consideram os palestinianos seres humanos, como a França de Hollande:

Sem comentários:

Enviar um comentário