sábado, 22 de novembro de 2014

O GOLPE DE ESTADO DA DIREITA EM PORTUGAL EM NOVEMBRO DE 214. OS MESMOS QUE PRENDERAM JOSÉ SÓCRATES FORAM OS QUE NÃO PRENDERAM CAVACO SILVA E OS SEUS COMPADRES DO BPN E QUE NÃO PRENDERAM PAULO PORTAS E PASSOS COELHO

Os mesmos que prenderam José Sócrates, são os mesmos que não prenderam Cavaco Silva e os seus compadres do BPN, são os mesmos que não prenderam Paulo Portas e Passos Coelho.

Foi este poder judicial que legalizou o colossal roubo efectuado por Belmiro Azevedo à família do banqueiro Pinto de Magalhães, pelo método de extorsão à viúva do banqueiro, típico da Máfia da Sicília.

Temos o regresso do fascismo puro e duro a Portugal.






Pelos vistos a televisão SIC do PSD Pinto Balsemão também faz parte do poder judicial português, porque também participou na detenção de José Sócrates.
O GOLPE DE ESTADO da Direita portuguesa em Novembro de 2014 não decorre do facto de José Sócrates ser ou não ser culpado, decorre do facto de as leis que permitiram a detenção de José Sócrates permitiriam a detenção de Cavaco Silva, de Paulo Portas, de Passos Coelho e de Miguel Relvas. A lei é a vontade de quem tem o poder.
Os jornalistas e comentadores dominantes são desonestos e corruptos. A prova disso é o caso da cópia por Miguel Sousa Tavares de partes do livro «Cette nuit la liberté» para o livro «Equador».

Sem comentários:

Enviar um comentário