sexta-feira, 31 de outubro de 2014

PASSOS COELHO DEFENDE A TEOLOGIA DO EMPOBRECIMENTO DOS PORTUGUESES


O neoliberalismo virou fé, virou teologia, virou religião.
Nada melhor do que motivar as pessoas para o trabalho criativo e para o trabalho em geral do que dizer-lhes que não há presente nem futuro, que o futuro só de ser pior que o presente.
A Troika e a OCDE defendem a religião neoliberal custe o que custar.

Os neoliberais não defendem a evolução da Humanidade defendem a involução ou retrocesso civilizacional.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

PARLAMENTO EUROPEU PREPARA-SE PARA VOTAR O INÍCIO DA III GUERRA MUNDIAL, À TARDE, PORQUE OS DEPUTADOS NÃO GOSTAM DE SE LEVANTAR CEDO

Os russos são mesmo perigosos: invadiram o Iraque e enforcaram Saddam Hussein, invadiram o Afeganistão, invadiram com sub-contratados a Síria, invadiram a Líbia e mandaram torturar o chefe de Estado até à morte, depois de gravemente ferido em combate por um avião dos Estados Unidos, fundaram uma monstruosa rede de raptos, prisões arbitrária e torturas com sede em Guantánamo, incluindo tortura até à morte. Não esqueçamos que o Campo de Concentração e Tortura de Guantánamo fica na Zona Libertada daquela ilha…


A TROIKA E A OCDE QUEREM MATAR OS PORTUGUESES À FOME


Os amigos da onça da Troika e da OCDE querem empobrecer os mais pobres dos portugueses para eles morrerem à fome.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

OS DEPUTADOS PORTUGUESES SÃO UNS CRIMINOSOS, RAPTORES, TORTURADORES E ASSASSINOS NA REDE GUANTÁNAMO E LADRÕES E EXTORSIONISTAS, CONHEÇO CLIENTE DA TV CABO / ZON / NOS HÁ 14 ANOS QUE AINDA TEM 14 MESES DE FIDELIZAÇÃO, DEVIDO ÀS LEIS ANTI-CONSUMIDOR DOS DEPUTADOS E DAS DEPUTADAS. POR QUE NÃO PEGAM FOGO AO PARLAMENTO?



A MITOLOGIA DEMOCRÁTICA É UMA FRAUDE MONUMENTAL, É UMA MITOLOGIA DE LADRÕES, TORTURADORES E ASSASSINOS!!!!! SÃO FACTOS QUE PROVAM ISTO.

OS CRIMES DOS DEPUTADOS DEMOCRATICAMENTE ELEITOS SÃO LEIS PERVERSAS PARA PREJUDICAREM OS CONSUMIDORES E BENEFICIAREM O GRANDE CAPITAL PREDADOR


Uma «dívida que nem chegava aos 300 euros. Estava prescrita há oito anos. Agora é de 1200 e tratam-me como os criminosos que ainda agora vemos ser absolvidos. No verão não "perdoaram a dívida" a uma pessoa desempregada, sabendo eles que se aproveitaram de uma fragilidade legal - tinha de ser eu a invocar a prescrição. Na altura de nada sabia.»
Foi este poder judicial que permitiu que o Belmiro  Azevedo se apoderasse da maioria das acções da Sonae, após a morte do seu patrão Pinto de Magalhães, através da extorsão à viúva mentalmente insana.

A moral da III República portuguesa é a moral do nazismo, não na teoria, mas sim na prática.

domingo, 26 de outubro de 2014

DILMA VENCEU AÉCIO E VOLTOU A VENCER AS ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE DA REPÚBLICA DO BRASIL


ISALTINO DE MORAIS, PRESIDENTE DA CÂMARA DE OEIRAS E MINISTRO, FOI PRESO. POR QUE NÃO PRENDEM OUTROS AUTARCAS?


Não pode haver dois pesos e duas medidas. Isaltino de Morais é um intelectual por que não prendem outros? Há quem nem na Universidade do Relvas tenha andado, porque só tem os estudos mínimos.


As informações divulgadas mostram que Isaltino de Morais mereceu ser condenado a prisão efectiva. A questão que se coloca é esta: E OS OUTROS?

sábado, 25 de outubro de 2014

MIGUEL SOUSA TAVARES FEZ UM PLÁGIO INFAME DO LIVRO CETTE NUIT LA LIBERTÉ PARA O LIVRO-PLÁGIO EQUADOR

Cópia é plágio, plágio é roubo de ideias, plágio é infâmia, plágio é corrupção infame.

CRIME ORGANIZADO NA SIC NOTÍCIAS NESTE MOMENTO - JORNALISTAS VIGARISTAS JUNTOS


QUEM DIRIA
Uma tertúlia de jornalistas vigaristas, neste momento, na «SIC Notícias», está em curso.


Os jornalistas portugueses, especialmente os das televisões, são especializados em ocultar as verdades inconvenientes, para os seus patrões e administradores, e para outros colegas jornalistas  e comentadores de televisão.
Há tempos escrevi o que se segue e que continua actual.


Enquanto estive a ouvir o moralismo de Miguel Sousa Tavares, lembrei-me de um «post» que tinha publicado sobre ele.

A RTP, a SIC e a TVI, que tanto criticam a Censura na Coreia do Norte, também fazem Censura, tipo Coreia do Norte. Fazem censura omitindo factos relevantes e depois mentem de má-fé como tem sido no caso de cópia, irrefutavelmente comprovada, de frases inteiras do livro «Cette nuit la liberté», por Miguel Sousa Tavares, para o livro «Equador». Que grande copianço, que grande plágio, do «moralista» Miguel Sousa Tavares. Parece que estamos na Coreia do Norte, porque a verdade sobre este estranho caso não pode ser divulgada.
Estive a ver o programa da «SIC Notícias» «Conversas Improváveis», às 23 horas, enquanto preparava este «post», em que participou o «moralista» Miguel Sousa Tavares e Francisco Louçã. Nesse programa insinuou-se, claramente, que Miguel Sousa Tavares não praticou plágio. Mas copiou parte de um livro como podemos ver neste blog. Mentir, mentir, mentir.


Uma curiosidade da Censura que é praticada em Portugal é que é Estatal e Privada.
Há várias Comissões de Censura Estatal com nomes complicados, para darem a entender que praticam a Censura, em nome da «Liberdade», isto é, da Liberdade de Praticar a Censura.
Mas, hoje vamos tratar das Censuras de Tipo Feudal, isto é, das Censuras Privadas.

Quem lê os «media» tradicionais portugueses fica com a ideia de que os autores do livro «Cette Nuit la Liberté» fizeram grande copianço, pelo livro «Equador».
Neste caso de copianço ganha relevo especial a questão dos frangos.
Pelos vistos «Cette Nuit la Liberté» copia por «Equador» a questão dos frangos, sem especificar se os frangos são ou não frangos de aviário.
Ficámos a saber, que as Armas de Destruição Maciça do Iraque eram para destruir os frangos de aviário de «Sir Bhupinder Singh, chamado “ O Magnífico”, sétimo marajá de Patiala».




«Lord Mountbatten savait porquoi il avait été rappelé à Londres. Depuis qu’il avait quitté son commandement suprême interalliédu Sud-Est asiatique, il avait solvente répondu à l’invitation du Premier ministre soucieux de recueillir son avis dans les affaires concernant cette partie du monde. Au cours de la dernière visite, l’interêt de Clement Attlee s’était cepandant concentre suru n pays qui n’avait pas appartenu au théâtre d’ópérations sous son autorité, les Indes. Mountbatten avait tout à coup ressenti
“une impression très désagréable”. Sa prémonotion s’était montrée justifiée. Attlee avait en effet l’intention de le nomer vice-roi des Indes, de lui le donner ainsi le poste le plus élevé de l’Empire, la prestigieuse fonction d’une longue ligné d’Anglais qui avait présidé aux destinées d’un cinquième du genre humain. Mais ce n’était pas pour gouverner l’Empire des Indes que Clement Attlee avait choisi Louis Mounbatten. C’était por accomplir la mission la plus douloureuse dont pouvait s’acquitter un Britannique, organiser le retrait de l’Angleterre des Indes.
Ce prestigieux amiral de sang royal ne souhaitait pour rien au monde se voir confie cette tâche d’exécuteur. Dans le naif espoir d’obliger Attlee à renoncer à sa nomination, il avait subordonné son acceptation à tout un éventail d’exigences allant»
(page 22)


«Le seigneur incontesté des plaisirs de la chasse et de la chair avait été le père du chancelier de la Chambre des princes, Sir Bhupinder Singh, dit “Le Magnifique”, septième maharaja de Patiala. Avec sa stature colossale, ses cent trinte Kilos, ses moustaches relevées comme les cornes d’un taureau brave, sa splendide barbe noire, soigneusement enroulée et noué derrrière le cou à la vraie mode des Sikhs, ses lèvres sensuelles et l’arrogance de son regard, il paraissait être tombé d’une gravure mogole. Pour le monde de l’entre-deux-guerres, Sir Bhupinder incarna toute la splendeur des maharajas des Indes. Son appétit était tel qu’il pouvait avaler sans effort vingt kilos de nourriture chaque jour. Il dévorait volontiers deux ou trois poulets à l’heure du thé. Il adorait le polo et, galopant à la tête de ses “Tigres de Patiala”, il avait remporté sur tous les terrains du globe des trophées qui emplissaient son palais. Pour permettre ses prouesses, ses écuries abritaient cinq cents des plus beaux spécimens de la race chevaline.»
(page 238)








Miguel Sousa Tavares em todas as televisões, nos jornais e revistas, atacou violentamente os que o acusaram de plágio.
Este caso chegou a ir a julgamento. As pessoas que Miguel Sousa Tavares acusou, cujos nomes não foram divulgados, foram julgadas e, OBVIAMENTE, absolvidas. Mais, o Tribunal decidiu que os leitores deviam ler estes dois livros e avaliarem, por si, se houve ou não plágio.
OBVIAMENTE, QUE A DECISÃO DO TRIBUNAL NÃO FOI DIVULGADA PELAS TAIS TELEVISÕES. TAMBÉM NÃO FOI DIVULGADA PELAS REVISTAS, NEM PELOS JORNAIS DE MAIOR AUDIÊNCIA.

Observação: Quem não sabe francês tem que seleccionar e copiar os textos em francês primeiro e depois usar o «Google tradutor».
Se usar o «Google translate» do blog ele não é perfeito. Se seleccionar língua portuguesa nada traduz, dizendo que o blog já está na língua portuguesa. Se traduzir para inglês ou espanhol (castelhano) ou outra língua, só traduz o que está na língua portuguesa, deixando o que está em francês, na mesma, isto é, na língua francesa.
Por outro lado o «Google Tradutor» não traduz textos fotografados, que são editados através de imagens.

DILMA ROUSSEFF CONTRA AÉCIO NEVES


A final do confronto político de Dilma Rousseff contra o candidato da alta burguesia brasileira, altamente corrupta e fascista, esta alta burguesia brasileira tem no curriculum várias ditaduras fascistas no século XX cheias de terrores e horrores.
Aécio Neves, o palhaço da alta burguesia brasileira, classe que enriqueceu com o negócio da escravatura, é contra a independência do Brasil, quer que o Brasil volte a ser uma colónia dos Estados Unidos.

A vergonhosa, boçal, mentirosa e criminosa comunicação social portuguesa dominante apoia Aécio Neves. O plagiador do livro «Cette nuit la Liberté» Miguel Sousa Tavares que de lá copiou até ipsis verbis algumas partes para o livro-plágio «Equador» é o corrupto intelectual que todas as segundas-feiras prega na SIC contra a corrupção de que ele é um dos mais conhecidos elementos. Copiar à letra partes de «Cette Nuit la liberté» para o livro-plágio «Equador» é boçal, aberrante, infame e abominável.



QUEM DIRIA
Uma tertúlia de jornalistas vigaristas, neste momento, na «SIC Notícias», está em curso.


Os jornalistas portugueses, especialmente os das televisões, são especializados em ocultar as verdades inconvenientes, para os seus patrões e administradores, e para outros colegas jornalistas  e comentadores de televisão.
Há tempos escrevi o que se segue e que continua actual.


Enquanto estive a ouvir o moralismo de Miguel Sousa Tavares, lembrei-me de um «post» que tinha publicado sobre ele.

A RTP, a SIC e a TVI, que tanto criticam a Censura na Coreia do Norte, também fazem Censura, tipo Coreia do Norte. Fazem censura omitindo factos relevantes e depois mentem de má-fé como tem sido no caso de cópia, irrefutavelmente comprovada, de frases inteiras do livro «Cette nuit la liberté», por Miguel Sousa Tavares, para o livro «Equador». Que grande copianço, que grande plágio, do «moralista» Miguel Sousa Tavares. Parece que estamos na Coreia do Norte, porque a verdade sobre este estranho caso não pode ser divulgada.
Estive a ver o programa da «SIC Notícias» «Conversas Improváveis», às 23 horas, enquanto preparava este «post», em que participou o «moralista» Miguel Sousa Tavares e Francisco Louçã. Nesse programa insinuou-se, claramente, que Miguel Sousa Tavares não praticou plágio. Mas copiou parte de um livro como podemos ver neste blog. Mentir, mentir, mentir.


Uma curiosidade da Censura que é praticada em Portugal é que é Estatal e Privada.
Há várias Comissões de Censura Estatal com nomes complicados, para darem a entender que praticam a Censura, em nome da «Liberdade», isto é, da Liberdade de Praticar a Censura.
Mas, hoje vamos tratar das Censuras de Tipo Feudal, isto é, das Censuras Privadas.

Quem lê os «media» tradicionais portugueses fica com a ideia de que os autores do livro «Cette Nuit la Liberté» fizeram grande copianço, pelo livro «Equador».
Neste caso de copianço ganha relevo especial a questão dos frangos.
Pelos vistos «Cette Nuit la Liberté» copia por «Equador» a questão dos frangos, sem especificar se os frangos são ou não frangos de aviário.
Ficámos a saber, que as Armas de Destruição Maciça do Iraque eram para destruir os frangos de aviário de «Sir Bhupinder Singh, chamado “ O Magnífico”, sétimo marajá de Patiala».




«Lord Mountbatten savait porquoi il avait été rappelé à Londres. Depuis qu’il avait quitté son commandement suprême interalliédu Sud-Est asiatique, il avait solvente répondu à l’invitation du Premier ministre soucieux de recueillir son avis dans les affaires concernant cette partie du monde. Au cours de la dernière visite, l’interêt de Clement Attlee s’était cepandant concentre suru n pays qui n’avait pas appartenu au théâtre d’ópérations sous son autorité, les Indes. Mountbatten avait tout à coup ressenti
“une impression très désagréable”. Sa prémonotion s’était montrée justifiée. Attlee avait en effet l’intention de le nomer vice-roi des Indes, de lui le donner ainsi le poste le plus élevé de l’Empire, la prestigieuse fonction d’une longue ligné d’Anglais qui avait présidé aux destinées d’un cinquième du genre humain. Mais ce n’était pas pour gouverner l’Empire des Indes que Clement Attlee avait choisi Louis Mounbatten. C’était por accomplir la mission la plus douloureuse dont pouvait s’acquitter un Britannique, organiser le retrait de l’Angleterre des Indes.
Ce prestigieux amiral de sang royal ne souhaitait pour rien au monde se voir confie cette tâche d’exécuteur. Dans le naif espoir d’obliger Attlee à renoncer à sa nomination, il avait subordonné son acceptation à tout un éventail d’exigences allant»
(page 22)


«Le seigneur incontesté des plaisirs de la chasse et de la chair avait été le père du chancelier de la Chambre des princes, Sir Bhupinder Singh, dit “Le Magnifique”, septième maharaja de Patiala. Avec sa stature colossale, ses cent trinte Kilos, ses moustaches relevées comme les cornes d’un taureau brave, sa splendide barbe noire, soigneusement enroulée et noué derrrière le cou à la vraie mode des Sikhs, ses lèvres sensuelles et l’arrogance de son regard, il paraissait être tombé d’une gravure mogole. Pour le monde de l’entre-deux-guerres, Sir Bhupinder incarna toute la splendeur des maharajas des Indes. Son appétit était tel qu’il pouvait avaler sans effort vingt kilos de nourriture chaque jour. Il dévorait volontiers deux ou trois poulets à l’heure du thé. Il adorait le polo et, galopant à la tête de ses “Tigres de Patiala”, il avait remporté sur tous les terrains du globe des trophées qui emplissaient son palais. Pour permettre ses prouesses, ses écuries abritaient cinq cents des plus beaux spécimens de la race chevaline.»
(page 238)







Miguel Sousa Tavares em todas as televisões, nos jornais e revistas, atacou violentamente os que o acusaram de plágio.
Este caso chegou a ir a julgamento. As pessoas que Miguel Sousa Tavares acusou, cujos nomes não foram divulgados, foram julgadas e, OBVIAMENTE, absolvidas. Mais, o Tribunal decidiu que os leitores deviam ler estes dois livros e avaliarem, por si, se houve ou não plágio.
OBVIAMENTE, QUE A DECISÃO DO TRIBUNAL NÃO FOI DIVULGADA PELAS TAIS TELEVISÕES. TAMBÉM NÃO FOI DIVULGADA PELAS REVISTAS, NEM PELOS JORNAIS DE MAIOR AUDIÊNCIA.

Observação: Quem não sabe francês tem que seleccionar e copiar os textos em francês primeiro e depois usar o «Google tradutor».
Se usar o «Google translate» do blog ele não é perfeito. Se seleccionar língua portuguesa nada traduz, dizendo que o blog já está na língua portuguesa. Se traduzir para inglês ou espanhol (castelhano) ou outra língua, só traduz o que está na língua portuguesa, deixando o que está em francês, na mesma, isto é, na língua francesa.
Por outro lado o «Google Tradutor» não traduz textos fotografados, que são editados através de imagens.

BLOG CURIOSO SOBRE O NOROESTE DE PORTUGAL

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

JUÍZES CONTRA JUÍZES OU ALGO NÃO VAI BEM NA III REPÚBLICA DE PORTUGAL


Uma criança entrou no Hospital de Braga e saiu de lá em mísero estado, acamada para sempre, e sem qualquer hipótese de poder sobreviver por meios próprios.
Em tribunal, o Hospital de Braga foi condenado a pagar uma indemnização de 450 000 €, por negligência médica. Houve recurso e os juízes confirmaram a indemnização.
A família da desgraçada criança é das classes pobres e as pessoas ficaram admiradas por essa família pobre ter ganho em tribunal, não era uma família gestora do BPN ou proprietária do BPN, nem do BPP, nem do BES, nem esteve envolvida no caso dos submarinos alemães da Ferrostal, nem se candidatou a comprar o Pavilhão Atlântico por praticamente metade do seu valor, não deu uma golpada no BCP que tivesse prescrito…

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e o Tribunal Constitucional(TC) derrotaram essa família, mostraram a todos portugueses que não era  o Jardim Gonçalves a safar-se com uma prescrição, nem nenhum gestor ou proprietário do BPN…






quinta-feira, 23 de outubro de 2014

CRISTIANO RONALDO É UM EXEMPLO DE ESFORÇO E COMPETÊNCIA

Cristiano Ronaldo, conhecido por CR7, não andou na Universidade do Miguel Relvas.
Os resultados que consegue devem-se a duro trabalho.
Falta-lhe um golo para igualar o record do espanhol Raul de melhor marcador da Liga dos Campeões de Futebol.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

GUANTÁNAMO JÁ É A SEDE DOS DIREITOS HUMANOS DA ONU


O Estado de Portugal praticante de Crimes contra a Humanidade na Rede Guantánamo e Sucursais, como RAPTO, PRISÕES ARBITRÁRIAS, TORTURA, PRÁTICA DA PENA DE MORTE ATRAVÉS DE EXECUCÇÕES SEM JULGAMENTO, foi condecorado por estes selváticos CRIMES CONTRA A HUMANIDADE pela ONU, com lugar na Comissão de Tortura da ONU, hipocritamente chamada de «Comissão dos Direitos Humanos.

A HUMANIDADEE VOLTOU AOS NÍVEIS DE DIREITOS HUMANOS DE AUSCHWITZ.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

A CRISE DO BLOCO DE ESQUERDA E A ÉTICA.


Na qualidade de livre-pensador não faria qualquer sentido para mim ter um partido político, logo, não tenho partido político.
As pessoas que lêem este site são, fundamentalmente, eleitorado que costuma votar Bloco de Esquerda, PCP e PS em Portugal, e PT no Brasil. As pessoas que votam, geralmente, PS em Portugal, e lêem este site identificam-se com a chamada ala esquerda do PS.
E por outro lado nos contactos que tenho tido com alguns leitores deste site constatei que alguns leitores deste site que costumam votar Bloco de Esquerda votaram em António Costa para presidente da Câmara de Lisboa.

Eu, pessoalmente, voto na cidade de Lisboa.

A chamada crise do Bloco de Esquerda está ligada à oscilação do seu eleitorado entre o Bloco de Esquerda e o PS. Este eleitorado vota BE e vota útil PS.

Ora, sem prescindir da sua ética de Esquerda muita gente do Bloco de Esquerda vota útil no PS. E, por enquanto só posso falar, com consistência nos actuais partidos parlamentares, porque muito do eleitorado oscilante de Esquerda poderá votar, em 2015 em outras opções de Esquerda.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

DILMA ROUSSEFF VENCERÁ AS PRÓXIMAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS NO BRASIL

DILMA ROUSSEFF VENCERÁ AS PRÓXIMAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS NO BRASIL

Dilma Rousseff está caminhando para uma difícil vitória presidencial. A extrema-direita internacional, a direita estadunidense, a NATO, o Califado conhecido por ISIS ou Estado Islâmico, Ângela Merkel, François Hollande, David Cameron, Rajoy, a Troika, e todas as outras forças do Mal torcem por Aécio Neves.

O ALVORECER DE ANTÓNIO COSTA É O CAMINHO PARA A VITÓRIA

António Costa será, muitíssimo provavelmente, o próximo primeiro-ministro de Portugal.

sábado, 18 de outubro de 2014

PASSOS COELHO GOVERNOU COMO SE PORTUGAL FOSSE UMA COLÓNIA DA ALEMANHA



Debaixo da ditadura de Berlim, cruel, desumana, Portugal empobreceu, o programa do governo Coelho Portas foi empobrecer a maioria dos portugueses e isso foi concretizado.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

POR QUAIS RAZÕES O ESTADO DE PORTUGAL PERSEGUE PRETOS E NÃO PERSEGUE ALEMÃES, FRANCESES, INGLESES, ESTADUNIDENSES E ESPANHÓIS, POR ALEGADA CORRUPÇÃO?


Não percebo, melhor, faço que não percebo por que o Estado português e os mafiosamente corruptos mídia dominantes portugueses perseguem pretos angolanos e não perseguem alemães da dita raça ariana, franceses, ingleses, estadunidenses e espanhóis, muito mais corruptos e perigosíssimos – caso dos submarinos, de outro armamento, raptores da CIA em trânsito com inocentes para Guantánamo, Goldman Sachs…
Também gostaria melhor de perceber o caso BPN e a protecção a Dias Loureiro.

Também queria que me explicassem por que razões venderam o Pavilhão Atlântico, por praticamente metade do valor ou preço, que dava muito lucro, à família do Cavaco Silva….


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

O GOVERNO PSD-CDS PROVOCOU UMA RECESSÃO DEMOGRÁFICA DE GRANDE MAGNITUDE COM O DESEMPREGO, A PRECARIEDADE LABORAL E COM OS BAIXOS SALÁRIOS

Presente negro, futuro cheio de ameaças = RECESSÃO DEMOGRÁFICA DE ALTA MAGNITUDE.
É a falta de novas crianças a resposta mais dura contra a Troika e  contra o governo Coelho-Portas.

GOVERNO PSD-CDS PREPARA-SE PARA DAR O LUGAR A ANTÓNIO COSTA


O governo PSD-CDS está de saída.

Passos Coelho já está a preparar-se para ceder o cargo de primeiro-ministro a António Costa.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

CRISTIANO RONALDO MARCOU UM GOLO ‘À MARADONA’


Portugal jogou muito mal contra Dinamarca e mereceu perder o jogo. Salvou-nos a incompetência rematadora dos dinamarqueses.

Cristiano Ronaldo jogou mal contra a Dinamarca, mas… no penúltimo minuto deu a vitória Portugal com um golo à melhor jogador do Mundo. Ricardo Quaresma centrou com grande talento para o muito talentoso Ronaldo. A selecção de Portugal precisa de jogadores talentosos, mesmo psicologicamente perturbados como Quaresma.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

O COLAPSO ÉTICO DA III REPÚBLICA E A LIBERDADE DE PRATICAR PLÁGIO

CRIME ORGANIZADO NA SIC NOTÍCIAS NESTE MOMENTO - JORNALISTAS VIGARISTAS JUNTOS


QUEM DIRIA
Uma tertúlia de jornalistas vigaristas, neste momento, na «SIC Notícias», está em curso.


Os jornalistas portugueses, especialmente os das televisões, são especializados em ocultar as verdades inconvenientes, para os seus patrões e administradores, e para outros colegas jornalistas  e comentadores de televisão.
Há tempos escrevi o que se segue e que continua actual.


Enquanto estive a ouvir o moralismo de Miguel Sousa Tavares, lembrei-me de um «post» que tinha publicado sobre ele.

A RTP, a SIC e a TVI, que tanto criticam a Censura na Coreia do Norte, também fazem Censura, tipo Coreia do Norte. Fazem censura omitindo factos relevantes e depois mentem de má-fé como tem sido no caso de cópia, irrefutavelmente comprovada, de frases inteiras do livro «Cette nuit la liberté», por Miguel Sousa Tavares, para o livro «Equador». Que grande copianço, que grande plágio, do «moralista» Miguel Sousa Tavares. Parece que estamos na Coreia do Norte, porque a verdade sobre este estranho caso não pode ser divulgada.
Estive a ver o programa da «SIC Notícias» «Conversas Improváveis», às 23 horas, enquanto preparava este «post», em que participou o «moralista» Miguel Sousa Tavares e Francisco Louçã. Nesse programa insinuou-se, claramente, que Miguel Sousa Tavares não praticou plágio. Mas copiou parte de um livro como podemos ver neste blog. Mentir, mentir, mentir.


Uma curiosidade da Censura que é praticada em Portugal é que é Estatal e Privada.
Há várias Comissões de Censura Estatal com nomes complicados, para darem a entender que praticam a Censura, em nome da «Liberdade», isto é, da Liberdade de Praticar a Censura.
Mas, hoje vamos tratar das Censuras de Tipo Feudal, isto é, das Censuras Privadas.

Quem lê os «media» tradicionais portugueses fica com a ideia de que os autores do livro «Cette Nuit la Liberté» fizeram grande copianço, pelo livro «Equador».
Neste caso de copianço ganha relevo especial a questão dos frangos.
Pelos vistos «Cette Nuit la Liberté» copia por «Equador» a questão dos frangos, sem especificar se os frangos são ou não frangos de aviário.
Ficámos a saber, que as Armas de Destruição Maciça do Iraque eram para destruir os frangos de aviário de «Sir Bhupinder Singh, chamado “ O Magnífico”, sétimo marajá de Patiala».





«Lord Mountbatten savait porquoi il avait été rappelé à Londres. Depuis qu’il avait quitté son commandement suprême interalliédu Sud-Est asiatique, il avait solvente répondu à l’invitation du Premier ministre soucieux de recueillir son avis dans les affaires concernant cette partie du monde. Au cours de la dernière visite, l’interêt de Clement Attlee s’était cepandant concentre suru n pays qui n’avait pas appartenu au théâtre d’ópérations sous son autorité, les Indes. Mountbatten avait tout à coup ressenti
“une impression très désagréable”. Sa prémonotion s’était montrée justifiée. Attlee avait en effet l’intention de le nomer vice-roi des Indes, de lui le donner ainsi le poste le plus élevé de l’Empire, la prestigieuse fonction d’une longue ligné d’Anglais qui avait présidé aux destinées d’un cinquième du genre humain. Mais ce n’était pas pour gouverner l’Empire des Indes que Clement Attlee avait choisi Louis Mounbatten. C’était por accomplir la mission la plus douloureuse dont pouvait s’acquitter un Britannique, organiser le retrait de l’Angleterre des Indes.
Ce prestigieux amiral de sang royal ne souhaitait pour rien au monde se voir confie cette tâche d’exécuteur. Dans le naif espoir d’obliger Attlee à renoncer à sa nomination, il avait subordonné son acceptation à tout un éventail d’exigences allant»
(page 22)


«Le seigneur incontesté des plaisirs de la chasse et de la chair avait été le père du chancelier de la Chambre des princes, Sir Bhupinder Singh, dit “Le Magnifique”, septième maharaja de Patiala. Avec sa stature colossale, ses cent trinte Kilos, ses moustaches relevées comme les cornes d’un taureau brave, sa splendide barbe noire, soigneusement enroulée et noué derrrière le cou à la vraie mode des Sikhs, ses lèvres sensuelles et l’arrogance de son regard, il paraissait être tombé d’une gravure mogole. Pour le monde de l’entre-deux-guerres, Sir Bhupinder incarna toute la splendeur des maharajas des Indes. Son appétit était tel qu’il pouvait avaler sans effort vingt kilos de nourriture chaque jour. Il dévorait volontiers deux ou trois poulets à l’heure du thé. Il adorait le polo et, galopant à la tête de ses “Tigres de Patiala”, il avait remporté sur tous les terrains du globe des trophées qui emplissaient son palais. Pour permettre ses prouesses, ses écuries abritaient cinq cents des plus beaux spécimens de la race chevaline.»
(page 238)









Miguel Sousa Tavares em todas as televisões, nos jornais e revistas, atacou violentamente os que o acusaram de plágio.
Este caso chegou a ir a julgamento. As pessoas que Miguel Sousa Tavares acusou, cujos nomes não foram divulgados, foram julgadas e, OBVIAMENTE, absolvidas. Mais, o Tribunal decidiu que os leitores deviam ler estes dois livros e avaliarem, por si, se houve ou não plágio.
OBVIAMENTE, QUE A DECISÃO DO TRIBUNAL NÃO FOI DIVULGADA PELAS TAIS TELEVISÕES. TAMBÉM NÃO FOI DIVULGADA PELAS REVISTAS, NEM PELOS JORNAIS DE MAIOR AUDIÊNCIA.

Observação: Quem não sabe francês tem que seleccionar e copiar os textos em francês primeiro e depois usar o «Google tradutor».
Se usar o «Google translate» do blog ele não é perfeito. Se seleccionar língua portuguesa nada traduz, dizendo que o blog já está na língua portuguesa. Se traduzir para inglês ou espanhol (castelhano) ou outra língua, só traduz o que está na língua portuguesa, deixando o que está em francês, na mesma, isto é, na língua francesa.
Por outro lado o «Google Tradutor» não traduz textos fotografados, que são editados através de imagens.

A TROIKA E OS TRAIDORES DO GOVERNO PASSOS-PORTAS ARRUINARAM A ECONOMIA E O SISTEMA FINANCEIRO DE PORTUGAL EM 3 ANOS


A Troika  e os seus lacaios do governo arruinaram a economia  e o sistema financeiro de Portugal em 3 anos, é um alto sucesso do neoliberalismo.

sábado, 11 de outubro de 2014

ASSASSINAR PORTUGAL É O PRGRAMA PSD-CDS


A troika (BCE + CE /Berlim + FMI/ Washington) esteve a tentar assassinar Portugal. O programa de Passos Coelho-Portas e Cavaco é o assassinato de Portugal, como fez o rei D. Sebastião. Fome, desemprego, precariedade no trabalho, baixos salários e cortes em cima desses mesmos baixos salários, cortes nas reformas, desemprego, privatização de empresas estratégicas, destruição da Escola Pública e do Serviço Nacional de Saúde, desertificação de muitos concelhos que ficaram sem Estado, constituem um processo de assassinato de Portugal. Muito mais que qualquer voto a greve demográfica ou baixa da natalidade é a verdadeira resposta aos incentivos do governo ao suicídio colectivo.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

A BARBÁRIE DA EXTREMA-DIREITA EM PORTUGAL EM 1975 NÃO FOI INFERIOR À DO CALIFADO ISIS DE 2014


A BARBÁRIE é vista com dois pesos e duas medidas. A do califado ISIS é muito criticada, mas iguais práticas homicidas da Direita portuguesa em 1975 são apagadas da realidade, como se a realidade não fosse real pelos mídia portugueses ao serviço da ética da mentira, televisões, jornais, rádios e revistas, que rasgam as vestes, e muito bem, com os homicídios do ISIS, mas aprovam os homicídios à ISIS da Direta portuguesa em 1975.
A BARBÁRIE HITLERIANA QUE SE ABATEU SOBRE AS SEDES DOS PARTIDOS DE ESQUERDA, NOMEDAMENTE DO PCP E DO MES, não pode ser omitida, porque faz parte da ética da Direita portuguesa.
Quem é de Esquerda tem que respeitar os mortos, que foram assassinados em 1975, só por serem de Esquerda à Esquerda do PS. Em Ponte de Lima um sindicalista da CGTP-Intersindical foi assassinado pela BARBÁRIE NAZI, e um elemento do MÊS levou uma paulada na cabeça, que o pôs a sangrar, abundantemente, e fizeram uma roda à volta dele para que ele morresse a esvair-se em sangue e os nazis agrediram os bombeiros voluntários de Ponte de Lima, quando estes fizeram a primeira tentativa de recolher o ferido em estado muito grave, que só foi assistido porque os BV de Ponte de Lima aguentaram as agressões.
Apraz-me constatar que o blog «O TEMPO DAS CEREJAS» de Vítor Dias, que tem muita audiência, publicou um comentário meu sobre A BARBÁRIE HITLERIANA QUE SE ABATEU SOBRE PONTE DE LIMA EM AGOSTO DE 1975, sobre elementos do PCP e do MES (Movimento de Esquerda Socialista).

Documentar o caso em 2014 é ainda perigo de vida.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

O DESCALABRO DAS PRIVATIZAÇÕES EM PORTUGAL OU A FRAUDE QUE É O NEOLIBERALISMO


Bem, o caso BES-GES representa o descalabro total do neoliberalismo e das privatizações, impostas pela CIA, pela Internacional Socialista e por toda a Direita portuguesa e pela União Europeia. A privatização do BES representou uma «reforma estrutura modernizadora», o melhor exemplo de que tudo que é do Estado não presta e privatizado passa a ser mesmo muitíssimo bom.

A Portugal Telecom é outro caso de colapso de uma privatização imposta pelos neoliberais de Bruxelas OU MELHOR DE BERLIM, que proibiram a colónia Portugal de ter na posse do Estado qualquer empresa lucrativa. Não é só a Zona Euro que é uma FRAUDE MUNUMENTAL E ÉPICA, toda a União Europeia, em 2014 é uma FRAUDE ÉPICA.


«Durante 14 anos (1988–2002), os jornalistas do Wall Street Journal fizeram esta comparação, divertindo-se com um jogo a que chamaram o “teste do macaco”, inspirado por uma alegoria de um professor de Princeton. De olhos vendados, atiravam dardos para a folha do seu jornal com as listas da Bolsa e escolhiam assim as ações que iam simular comprar, como um macaco talvez fizesse se lhe dessem a oportunidade de brilhar no mundo das finanças. Verificavam depois a evolução do valor dessa carteira virtual e comparavam os seus resultados com os das sociedades de gestão de investimentos e fortunas.
Feitas as contas, em cada 100 comparações os gestores profissionais ganharam 61 vezes. A má notícia é que os “macacos” ainda ganharam 39 vezes. E é só o que se sabe: os resultados detalhados não foram divulgados e o teste foi encerrado.
A Forbes publicou depois um estudo mas completo com o mesmo tipo de simulações e os resultados são mesmo assustadores: considerando os anos de 1964 a 2010, incluindo portanto mais tempo, mais crises financeiras e muito mais turbulência, os “macacos” ficam à frente (em média, por 1,7%). Talvez por isso valha a pena seguir os seus conselhos, sobretudo em tempos de vacas magras.

Saberão estes macacos simbólicos mais sobre os mercados do que os gurus e administradores pagos a peso de ouro, e mais vale pedir-lhes que tomem conta disto, ou, simplesmente, a orgulhosa ciência financeira é ela própria uma macacada?» (Francisco Louçã in jornal «Público»)


«A importância de se chamar Marcelo




A noite em que Marcelo Rebelo de Sousa andou feito pardal pelos telhados de Beja

O comício que o PPD se preparava para fazer no cine-teatro Pax Julia em Beja a 9 de Abril de 1975 acabou mal. Marcelo ainda conseguiu falar, mas a intervenção de Francisco Vaz Ramos sobre as consequências funestas da ditadura do proletariado foram o rastilho da desordem. Travou-se uma verdadeira batalha campal. O professor e comentador, então jornalista do Expresso de 27 anos, fugiu pelas traseiras e patinou pelos telhados naquela que foi considerada a "épica e a mais turbulenta noite do PPS/PSD em Beja".
Público de hoje dedica hoje duas generosas páginas e um chamada de 1^página \à temível, arriscada e espectacular aventura de Marcelo Rebelo de Sousa durante e após um comício do PSD em Beja em Abril de 1975 e que foi alvo de acções hostis de grupos esquerdistas. O Público não o anuncia mas «o tempo das cerejas» soube de fonte segura que se seguirão outras duas páginas sobre a resistência corajosa dos comunistas aos assaltos reaccionários aos centros de trabalho de Ponte de Lima, Famalicão e tantas outras localidades do Norte e Centro, à forma como os democratas de esquerda viveram a noite de 27 para 28 de Setembro em 1974 e, entre mais umas dezenas de casos e episódios alguns com perda de vidas, como homens e mulheres de esquerda tiveram de fugir da Madeira e dos Açores em 1975. A não perder.» (In blog «O TEMPO DAS CEREJAS»)


Observação: Em Ponte de Lima foi assassinado um activista sindical a tiros de metralhadora, por ordem do oficial do quartel de Viana do Castelo, enviado para matar tudo o que fosse à esquerda do PS, ao comando de uma força militar controlada pela extrema-direita. O atrás referido oficial do exército tem fotografia e tem nome, mas em 2014, continua a ser perigo de vida documentar o caso.

Não é só o califado, conhecido por ISIS, que tem feito e faz execuções da mais alta barbárie. A extrema-direita portuguesa política, militar e da sociedade civil que liderou os focos de guerra civil contra sedes de partidos de Esquerda em Portugal, em 1975, tem o mesmo nível ético do ISIS e das Waffen SS de Hitler, tem o mesmo nível ético das SS hitlerianas que controlavam a fábrica alemã de matar pessoas de Auschwitz.





«18 de Agosto de 1975 – A sede do PCP em Ponte de Lima é atacada e incendiada (durante a tarde) por uma multidão de 5.000 pessoas, causando um morto e dezenas de feridos.

18 de Agosto de 1975 – Um grupo de «energúmenos e exaltados» destrói as sedes do PCP, do MDP/CDE, do MES e do jornal O TRABALHADOR em Angra do Heroísmo, registando-se numerosos feridos, operação anticomunista reivindicada pela FLA.» (In blog «ABRIL DE NOVO»)