quinta-feira, 18 de setembro de 2014

ESCÓCIA EM «SUSPENSE», RESULTADO DO REFERENDO JÁ NÃO É PARA HOJE

O resultado do referendo sobre a independência da Escócia já existe, porque a votação já terminou, só que a contagem dos votos ainda não terminou, terminará na madrugada de sexta-feira.


«Da Escócia à Jugoslávia
por VIRIATO SOROMENHO-MARQUES

Hoje saberemos se a Escócia irá ou não permanecer no Reino Unido (RU). Mesmo que o voto do "Não" prevaleça, David Cameron poderá ficar para a História como o primeiro-ministro britânico mais incompetente desde os tempos de Neville Chamberlain (1937-40). Como uma personagem dilacerada, Cameron ameaça colocar Londres fora da União Europeia (UE), ao mesmo tempo que implora para que a Escócia não acabe com um RU que dura desde 1707. Embora o Partido Nacionalista Escocês do actual primeiro-ministro de Edimburgo, Alex Salmond, tenha sido formado em 1934, só o impacto destrutivo da "revolução conservadora" liderada por Margaret Tatcher, ferindo os interesses económicos e os direitos sociais da população escocesa, lhe deu força para chegar a governar a Escócia desde 2007. Cameron desdenhou sempre da hostilidade da nação escocesa contra os Tories (só há 1 deputado conservador entre os 59 escoceses com assento nos Comuns). Até mesmo a pergunta radical do referendo (independência ou "statu quo") foi ditada pela intransigência de Cameron. A vitória do sim à independência, iria catalisar o processo de desintegração da própria UE. O referendo pode causar aquilo que nem a crise do euro fez até agora: alterar a geografia política da UE, no sentido da contracção. Já não falando no efeito de contágio a Espanha, à Bélgica, à Itália...Mas mesmo que a Escócia se mantenha no RU, a tempestade política viajará para terras gaulesas, onde a Frente Nacional se prepara para ganhar em todas as frentes. Aqueles que tinham medo de que a UE se pudesse transformar num novo império romano podem ficar descansados. A UE cada vez se parece mais com uma grande Jugoslávia. Uma criatura estrepitosa, mas de duração breve.» (In «DN» net)

Sem comentários:

Enviar um comentário