quarta-feira, 27 de agosto de 2014

OS INTERESSES DA ALEMANHA NA UNIÃO EUROPEIA SÃO CONTRÁRIOS AOS INTERESSES DA FRANÇA

«No final de semana, os ministros de Economia e Indústria e de Educação, Arnaud Montebourg e Benoît Hamon, respectivamente, criticaram publicamente a política do Executivo.
Em entrevista publicada no jornal francês Le Monde, o titular de Economia e Indústria pediu ao governo que deixe em segundo plano a redução do déficit público. Montebourg afirmou que as medidas de redução de déficit implementadas desde a crise financeira de 2008 minaram as economias da zona do euro e pediu aos governos para “mudarem de curso se não quiserem perder seus eleitores para partidos populistas ou extremistas”.
Montebourg, que representa a ala de esquerda do Partido Socialista (PS) francês, criticou abertamente as decisões da "direita alemã" que "impôs a toda Europa a política de austeridade" e pediu uma mudança de direção.

O ministro de Educação, Hamon, também pediu ao presidente francês que se separe da linha política da chanceler alemã, Angela Merkel. "A Alemanha serve a seus interesses pessoais, não aos da Europa", declarou.» (In «Brasil de Fato»)
Portugal e a França são países governados por traidores ao serviço dos interesses perversos da direita alemã.
O traidor François Hollande vai dar ainda mais poder ao taidor Valls, para acelerar ainda mais a caminhada para o abismo.

Sem comentários:

Enviar um comentário