segunda-feira, 11 de agosto de 2014

ESTADOS UNIDOS E UNIÃO SOVIÉTICA – COMPARAÇÃO FORMAL II


O italiano Maquiavel, no século XVI, no livro «O Príncipe» (1513) sistematizou a criminalidade em nome do Estado.
O nazismo veio mostrar como o Estado num país tecnologicamente desenvolvido pode ser dominado por indivíduos sem valores morais, de moral zero.
Essa ausência de valores morais é a mesma em Hitler ou na classe política dominante nos Estados Unidos em 2014 ou na União Europeia. Qualitativamente, os crimes cometidos por Hitler, Obama, Cameron e Hollande são iguais, são assassinatos em massa de mulheres e crianças. Hitler mandava assassinar mulheres e crianças judias, Obama, Camerom e Hollande mandam assassinar mulheres e crianças palestinianas e de etnia russa, sem qualquer limite de número.
Ora Putin está preocupado com a opinião de indivíduos que acham que a matança de mulheres e crianças palestinianas ou de etnia russa está «certa» e recomenda-se. Se Putin se preocupasse com a opinião das populações de etnia russa fazia o contrário do que querem os seus inimigos.
Estaline considerou que o factor étnico devia ser o critério para fazer as fronteiras das Repúblicas da URSS, mas não respeitou o seu próprio critério na redefinição das fronteiras da Ucrânia, em 1945. O maior esforço de guerra contra a Alemanha nazi na URSS foi feito pela República Socialista Soviética da Rússia. E Estaline dos territórios conquistados na II Guerra Mundial só entregou à RSS da Rússia o enclave de Kalininegrado, uma muito pequena parte da Prússia Oriental. Ao aumentar o território da Ucrânia para Oeste, Estaline podia ter retirado à Ucrânia os territórios efectivamente russos, mas não o fez, porque pensava que a URSS seria eterna.
Putin e os deputados que o apoiam devem submeter-se às decisões de Estaline? Ou devem corrigi-las?

Putin parece que vai deixar matar as mulheres e crianças russas como querem os seus inimigos Obama, Cameron e Hollande.


Putin, tal como Obama, Cameron e Hollande tem por princípios a ausência de princípios, a chamada moral zero, que é a de muitos políticos. Assim, com a mesma insensibilidade com que Obama, Cameron e Hollande assassinam mulheres e crianças palestinianas como autores morais dos crimes dos israelitas, Putin, provavelmente, deixará ao critério dos fascistas-nazis de Kiev e dos ocidentais que os financiam, as matanças, as torturas e as humilhações das populações de etnia russa que ainda resistem ao terror do regime fascista-nazi de Kiev.

Sem comentários:

Enviar um comentário