terça-feira, 12 de agosto de 2014

A PROPAGANDA DE GUERRA DAS DEMOCRACIAS QUE DIZEM DEFENDER OS DIREITOS HUMANOS, MAS PRATICAM A TORTURA E SUSTENTAM REGIMES BÁRBAROS


Uma das maiores fraudes do século XXI é a ideia falsa da superioridade moral das democracias ocidentais.

As democracias ocidentais praticam a tortura em Guantánamo e nas respectivas sucursais, umas prisões conhecidas e outras prisões secretas, sustentam o Estado de Israel, que é um Estado terrorista, porque as suas acções baseiam-se no terror e no desprezo por todos os Direitos Humanos, o Estado de Israel despreza o direito a estar vivo, mesmo de crianças recém-nascidas, despreza o direito a ter um Estado do povo da Palestina, pratica a pena de morte sem julgamento, como a Máfia da Sicília, realiza prisões em massa como os nazis, pratica a tortura e mata e esfola, sempre que lhe apetece.

As democracias ocidentais implantaram um regime fascista-nazi em Kiev, que é um regime terrorista, que mata e esfola mulheres e crianças de etnia russa, a 50 km da fronteira da Rússia, aproveitando a covardia de Putin e dos deputados que o apoiam.

A propaganda de guerra é utilizar mentiras como se fossem verdades. Mas, para a minoria que sabe filtrar as notícias dos mídia ocidentais a propaganda de guerra é uma grande comédia, mas uma grande comédia assassina, uma grande comédia trágica e infame.

Sem comentários:

Enviar um comentário