domingo, 6 de julho de 2014

COSTA RICA 0 – HOLANDA 0


Uma notícia muito interessante foi o empate 0 – 0 da Costa Rica com a Holanda, ao fim de 120 minutos. Nos penáltis a Holanda venceu por 4 – 3.

O que caracterizou a Costa Rica nesta Copa do Mundo  de futebol no Brasil, em 2014, foi o empenho dos seus jogadores e a ausência de ajudas dos árbitros, uma das marcas deste Mundial de futebol foi que algumas equipas jogaram com 11 jogadores contra 11 jogadores + 1 árbitro ou 2 ou 3. Os grandes mestres do atirar-se para o chão dentro da área parecia que já tinham combinado tudo, previamente, com o árbitro, como Arjen Robben muito melhor a atirar-se para o chão dentro da área adversária do que a jogar, embora jogue bem é ainda melhor no chamado jogo sujo ou batota. A grande marca desta Copa do Mundo tem sido a batota, o futebol nesta Copa do Mundo 2014 já se afirmou, urbi et orbi, como um negócio de batota e não um desporto, digamos um negócio da batota desportiva.
Há jogadores que querem ganhar de qualquer maneira, se puderem ganham honestamente, mas se não puderem ganhar honestamente querem ganhar com a ajuda dos árbitros corruptos.

Há muito dinheiro em jogo, dá para muita gente, ganha a FIFA, ganha a UEFA, ganham muitos jogadores, ganham muitos treinadores, ganham os intermediários nas transferências, e alguns árbitros.

Sem comentários:

Enviar um comentário