sexta-feira, 6 de junho de 2014

RECORDAR A QUEDA DO NAZISMO EM 1945


A II guerra Mundial foi de uma violência que parecia impensável no século XX.
Na frente Oeste ou Ocidental Hitler obteve uma vitória esmagadora depois de vencer o exército francês juntamente com o inglês na Batalha de Dunquerque, na Bélgica (1940).
Os ingleses tiveram que fugir em barcos de pesca, de recreio, mercantes e, obviamente, de guerra para não serem aniquilados, porque foram cercados por Norte, Leste e Sul contra o mar.
Depois do colapso militar de Dunquerque Paris rendeu-se sem luta.
Os britânicos ainda se aguentaram contra a Luftwaffe nos combates aéreos conhecidos por Batalha de Inglaterra (1940).
Depois Hitler surpreendeu Estaline e infligiu pesadas derrotas ao Exército  Vermelho, nomeadamente na Batalha de Kiev.
Mas Estaline acordou a tempo, fez um discurso às tropas soviéticas em Moscovo elogiando Kutuzov o general czarista que venceu Napoleão Bonaparte.
Estaline passou ao contra-ataque e disse aos generais russos que o contra-ataque do Exército Vermelho só terminaria em Berlim. E foi mesmo assim.
Estaline, depois de os japoneses forçarem a entrada dos Estados Unidos na guerra, começou a pedir aos seus aliados de então a reabertura da Frente Oeste ou Ocidental.
O primeiro desembarque na Normandia (1942) na região de Dieppe deu origem a uma pesadíssima derrota dos Aliados.
O segundo desembarque na Normandia foi um sucesso há 70 anos, em 1944 e ficou mesmo reaberta a frente Oeste ou Ocidental.

Em 8 de Maio de 1945 os alemães renderam-se depois de terem perdido a Batalha de Berlim frente ao Exército Vermelho e de terem colapsado na frente Oeste, depois da Batalha das Ardenas.
Estes três homesn, aliados de facto, sabiam, em Fevereiro de 1945, que tinham o Mundo a seus pés:

Sem comentários:

Enviar um comentário