sexta-feira, 13 de junho de 2014

PORTUGAL FOI ARRUINADO EM TRÊS ANOS PELOS TRAIDORES PSD-CDS E PELA DITADURA DOS CONSTRUTORES DE AUSCHWITZ, O MAIOR MONUMENTO À DESUMANIDADE

A política desumana dos traidores Passos Coelho, Vítor Gaspar e Paulo Portas, patrocinada por Cavaco Silva e imposta dela cruel Ditadura de Berlim, que construiu Auschwitz, via falso «BCE» e Bruxelas, arruinou a maioria esmagadora dos portugueses e beneficiou os oligarcas que constituem 1% da população, são 100 mil, numa população de dez milhões de pessoas.
Portugal é um país destroçado por uma guerra cruel contra a maioria da sua população, mas ainda especialmente contra os funcionários públicos e os reformados, roubados cruelmente e agora atolados em dívidas.
Falências, desemprego, empobrecimento e fome foi a política dos traidores PSD-CDS, apoiados pelos traidores que os apoiam na comunicação social, e pela Ditadura insana de Berlim, abençoada pelo traidor francês François Hollande.
Esta guerra contra a maioria da população portuguesa e contra o Estado de Direito, está numa fase demencial com ataques brutais ao Tribunal Constitucional, assessorados, juridicamente pelos traidores Paulo Rangel e Vital Moreira, inimigos declarados da independência de Portugal, como foi Miguel de Vasconcelos, e da qualidade de vida da maioria dos portugueses.
Nas últimas eleições só 27% dos que foram votar apoiaram esta política de empobrecimento e fome, 73% dos votantes nas últimas eleições votaram contra a Ditadura de Berlim e contra os traidores PSD-CDS e contra os traidores que os apoiam na comunicação social.

Sem comentários:

Enviar um comentário