terça-feira, 3 de junho de 2014

ATAQUE AÉREO DO REGIME FASCISTA-NAZI DE KIEV PROVOCOU 5 MORTOS EM LUHANSK


Cinco mortos em ataque aéreo ucraniano em administração regional Lugansk
18:15 2014/02/06
Palavras-chave: operação militar , Luhansk , Ucrânia
Luhansk, 2 de junho (RIA Novosti) - Pelo menos cinco pessoas foram mortas e muitas outras ficaram feridas em um ataque aéreo da Força Aérea da Ucrânia no prédio da administração da cidade de Luhansk, leste da Ucrânia, informou segunda-feira, o correspondente RIA Novosti
Um grande incêndio começou na sede da administração, após o ataque de caças. Fumaça é vista subindo de janelas do quarto andar.
Os feridos estão sendo trazidos para fora do prédio, pelo menos, seis ambulâncias chegaram à área.
Um apoiante da independência, que deixou o prédio disse que havia "muitos mortos e feridos no interior."
Foi anteriormente relatado que vários aviões militares sobrevoaram a cidade e a seguir a artilharia pesada bombardeou o centro da cidade. Os bombardeamentos causaram pânico entre os civis.
Forças de autodefesa de Luhansk começaram a evacuar os civis de uma área residencial nos arredores da cidade, que esteve sob fogo de artilharia pesada  com horas de duração. Houve confrontos entre combatentes da liberdade e guardas de fronteira leais ao governo recém-eleito, em Kiev. A batalha começou às 01:00 GMT.
Quinze guardas de fronteira renderam-se às forças de auto-defesa, de acordo com Valery Bolotov, o chefe da autoproclamada República de Luhansk.
A operação de segurança ucraniana no sudeste da Ucrânia continua apesar de um memorando sobre a paz e a harmonia adoptado pelo Parlamento antes da votação presidencial de 25 de maio. A operação já matou dezenas de pessoas em ambos os lados.
O ministro russo, Sergei Lavrov, diss que a Ucrânia deve (...) parar a violência e iniciar um diálogo nacional após a votação presidencial no país.» (In «RIA Novosti»)

O regime fascista-nazi de Kiev prossegue a guerra total contra a oposição, bombardeando alvos civis com aviões e artilharia pesada, esta guerra total é semelhante à II Guerra Mundial. Falta saber se Putin tem coragem para ajudar os russos ucranianos, com armas eficientes ou se deixa que eles sejam massacrados com o apoio dos hipócritas sanguinários dos Estados Undos e da União Europeia. Vivemos tempos de guerra total na Europa.

Sem comentários:

Enviar um comentário