quinta-feira, 29 de maio de 2014

UCRANIANOS-RUSSOS HUMILHADOS, TORTURADOS E MASSACRADOS COMO CÃES PERANTE A INDIFERENÇA DE PUTIN


Os ucranianos-russos estão a ser humilhados, torturados e assassinados em massa pela Junta Fascista-Nazi de Kiev e pelo padrinho da Máfia chamado rei dos chocolates, que agora é presidente da República, numas eleições semelhantes às do fascismo de Portugal, na sua primeira fase.
Os ucranianos-russos de Donetsk são muito corajosos, mas Putin não lhes forneceu mísseis portáteis antiaéreos nem mísseis antitanque. Com esses mísseis portáteis antiaéreos os aviões e helicópteros de Kiev eram todos abatidos e com os mísseis antitanque os tanques de Kiev ardiam como camiões carregados com palha. Há quem diga que os israelitas têm os melhores tanques do planeta, com tecnologia norte-americana melhorada por eles, mas os tais mísseis portáteis nas mãos do Hezbollah na Guerra do Líbano fizeram-nos explodir, morrendo todos os militares que iam lá dentro.
É esta crueldade de Putin, que faz com que os russos pensem que ele tem medo das próprias armas de que dispõe. Telefonemas desesperados para o governo russo dos ucranianos-russos não têm resposta; pouco depois dos telefonemas são mortos pelos fascistas-nazis de Kiev, por não terem armamento qualitativamente adequado.

«Dilema de Putin: Ser Putin ou ser um Obanana da Eurásia.kkk


Dilema ucraniano de PutinInvadir a Ucrânia logo ou tornar-se o Obamada Eurásia

Este  artigo foi generosamente um contributo de  John Galt. Siga seu  John Galt FLA web site para notícias essenciais, informativos e analises uma única e verdadeira perspectiva sobre os acontecimentos globais .Certifique-se de verificar o seu muito popular The Day The Dollar Died série disponível gratuitamente on-line, bem como o mais recente de John O ano depois do Dólar morto .
OBAMA_v_PUTIN_SISSYvGUNjgflaA notícia da Ucrânia hoje continua a desafiar a realidade com esta história de Reuters de 14 de maio e os acontecimentos desde a eleição de ontem :Ucrânia mantém conversações para acabar com a crise , os rebeldes não  são convidados.É mesmo? Alguém envolvido nas negociações patrocinadas pelo movimento corporativista pró- multinationalista SorosECBFedBoE gostaria de convidar um grupo de soldados  pró-russos para discutir o futuro do Bem,  do povo russo na Ucrânia oriental? O problema que eles procuram um  endereço não é a crise na Ucrânia , é o bankster patrocinado governo , nem a crise entre o Oriente e o Ocidente ; o problema é se o nacionalismo ou o globalismo vai reinar pelas próximas 2-4 décadas. Essa resolução está nas mãos de um ex (?)coronel da  KGB  que poderia de fato destruir sua própria reputação com a impotência em vez de ação direta.Os vários cenários sobre uma invasão russa da Ucrânia Oriental foram pintadas no site e milhares de outras pessoas e enquanto cidadãos de língua russa continuam a morrer , a inacção por Putin ou indica um risco calculado que ele pode aproveitar as regiões que ele deseja com pouco se qualquer ação militar ou que a determinação do Ocidente é tão pobre que acabarão por desistir em face da guerra econômica a ser realizada a partir de Moscou.Eu realmente acredito que ambas as partes tem calculado mal após a anexação da Crimeia e continuam a fazê-lo com a instabilidade em Donbas , Kharkov , Odessa, e em todo o leste da Ucrânia em curso há mais de um mês, mais neste momento. Agora, as eleições estão completas e o novo presidente eleito P. Poroshenko aparentemente não tem a intenção de trabalhar com a Rússia de forma séria como seu serviço de bordo para as negociações com a Rússia também está sendo atendido com um ataque militar renovado e aumento nas forças rebeldes em Donetsk e em outrasáreas em torno de hoje. A parte mais crítica da afirmação de Poroshenko sobre o futuro foi destacado ontem, após sua vitória nas eleições:"Vamos tomar medidas sem hesitação para implementar o acordo de associação com a União Europeia . "Esta associação não pode ser permitida para avançar ou "linhas vermelhas " de Vladimir Putin vão aparecer para fazer dele o Obama da Eurásia , um fraco e impotente líder incapaz de lidar com os conflitos no exterior, muito menos  a proteger falantes do russo ou cidadãos étnicos, segundo a sua própria fronteira.A estratégia da OTAN para colocar uma cunha entre Kiev e Moscou está bem encaminhada com esta declaração do Karl Lamers , o chefe da delegação da Assembleia Parlamentar da OTAN nesta história através do serviço de notícias russa Interfax , esta manhã :Poroshenko deve tornar-se presidente de toda a Ucrânia - Assembleia Parlamentar da OTAN

    
Kiev.  Em 26 de maio ( Interfax ) - Karl Lamers , o chefe da delegação da Assembleia Parlamentar da OTAN durante as eleições presidenciais realizadas na Ucrânia em 25 de maio considera as eleições para ser bem sucedidas .

    
Lamers também apontou o papel admirável da administração da Ucrânia, que foi capaz de organizar adequadamente o processo eleitoral em uma situação muito difícil.

    
O novo presidente da Ucrânia terá dificuldades , mas ele deve representar todos os ucranianos e unir todos os ucranianos , independentemente da origem étnica e ou a língua , disse ele.Embora isso possa soar como o serviço de bordo obrigatória de wishful thinking ocidental para recriar a nação ucraniana em sua forma original , Lamers ignora o fato de que Poroshenko não reconhece a anexação da Crimeia e vai trabalhar para expandir em aumentar os laços com a UE e a OTAN se possível . A mudança de política dessa magnitude é tudo, mas ousando Putin para ocupar a Ucrânia oriental ainda assim ele não se moverá até que o novo presidente ucraniano visite Moscou. Depois que  a visita no entanto ocorrer , as opções de Putin continuarão a ser bastante limitadas e os resultados terríveis para todas as partes , o pior de tudo para a Rússia e Putin :1. Putin não age para proteger os cidadãos de língua russa no leste e as forças armadas da Ucrânia, com ajuda ocidental re- afirma o controle de suas fronteiras menos na  Crimeia. Este é o pior cenário e Putin se tornará um Obama como uma piada para a China , o Irã , potenciais futuras aliadas do Oriente Médio no Egito e na Líbia, e até mesmo para os parceiros europeus da OTAN.2. Putin corta toda a ajuda económica, incluindo gás natural, produtos alimentares e outros comércios com a Ucrânia , mas não invadirá militarmente para garantir o Oriente. Mais uma vez ele se parece com uma versão branca idosa de Obama para o mundo.3. Putin intervém militarmente e sanções econômicas dos Estados Unidos limitam a capacidade de Putin para realizar negócios com o Canadá e os EUA , mas a Europa não consegue participar das sanções. A Ucrânia oriental é perdida junto com as áreas em torno do Mar Negro  como Odessa incluindo a  Transnistria , garantindo , assim, um tampão suficiente entre a OTAN e a pátria russa. O governo ucraniano grita por socorro , mas o Ocidente , especialmente a Europa é incapaz de intervir para além da boca para fora , como de costume .De todos os resultados , é o mais provável , o clima é favorável para conduzir operações de combate limitados como a terceira opção, os militares ucranianos não querem fazer parte de um conflito direto com os russos , e que o governo ucraniano está falido e incapaz de sustentar um combate para qualquer mais de uma semana ou mais. Tempo  Logicamente falando ,  para Vladimir Putin, vir a  agir é limitado e um fracasso para devido isso irá resultar em uma impotente enfraquecida Rússia, com pouca influência fora de suas próprias fronteiras.» (In «Um Novo Despertar 2»)

Sem comentários:

Enviar um comentário