quinta-feira, 29 de maio de 2014

O TRAIDOR DERROTADO HOLLANDE ENVOLVIDO DIRECTAMENTE EM PROVOCAÇÕES DE GUERRA À RÚSSIA. PUTIN TEM O INIMIGO ÀS PORTAS, A FAZER PROVOCAÇÕES


Países membros da NATO colocaram  três navios  no Mar Negro, perto da Rússia: o francês La Fayette classe fragata Surcouf, o Dupuy de Lome navio da espionagem francesa, e dos EUA um cruzador da classe Ticonderoga Aegis, com mísseis guiados.

A Rússia respondeu com manobras de aviões de guerra no Mar Negro. Temos a Guerra Fria 2, sem equívocos, no terreno. Só falta começarem a combater.



Uma verdade muito inconveniente pouco divulgada é que a Guerra Fria 1 também foi Guerra Quente muito violenta. Durante a Guerra da Coreia (1950-1953), os Estados Unidos ocuparam a Coreia do Norte e foram atacados com alta violência pelo Exército da China e pela Força Aérea da União Soviética/Rússia. O ataque em larga escala da China e da União Soviética/Rússia aos Estados Unidos, na Coreia do Norte, representou a maior derrota militar dos Estados Unidos de sempre, porque as tropas dos Estados Unidos foram expulsas da Coreia do Norte.

«DUELO DE TITÃS

Lieutenant Colonel James JabaraEm 20 de maio de 1951, 28 jatos F-86 Sabre do 335º FIS engajaram 30 MiG-15 do 196º IAP sobre o “MiG Alley”. Com 58 caças em combate esta era a maior batalha aérea até aquela data. O capitão James J. Jabara era membro do 334º FIS, mas quando a unidade rotacionou, ele ficou no 335º para se tornar o primeiro Ás a jato da USAF, pois para ele só faltava uma vitória.
Apesar de não ter conseguido ejetar um dos seus tanques suplementares e estar voando com perigosa carga assimétrica, Jabara conseguiu abater o piloto soviético Kapetan Nazarkin, forçando-o a abandonar a aeronave.
Aquele foi seu quinto abate e tornou Jabara o primeiro Ás de jato-versus-jato da História. Jabara também atacou um outro MiG que diz ter abatido, mas foi logo atacado por dois MiG-15, um deles pilotado pelo futuro Ás russo Starshij Lejtenant V. N.Alfeyev, que alvejou seu Sabre com projéteis de 23mm.
Jabara foi salvo pela intervenção de outro F-86, pilotado por Eugene Holley, que forçou Alfeyev a desengajar, mesmo quando Holley estava ligeiramente avariado pelo ala de Alfeyev, Starshij Lejtenant Fiodor Shebanov.
Jabara conseguiu pousar, mas seu F-86 BuNo 49-1318 estava tão furado de balas que foi considerado “written off”. A despeito disso, Jabara estava muito feliz: ele era agora o primeiro Ás da era jato-versus-jato e sobreviveu para contar sua história. Jabara foi enviado imediatamente para os EUA. Mas de acordo com os registros russos, o “score” de Jabara era de 4 abates e ele só se tornaria Ás no seu segundo tour, em 1953.
Durante este combate, dois americanos foram creditados com três MiG “kills”, com Jabara requerendo dois e Milton E. Nelson o terceiro, mas realmente só o MiG de Nazarkin foi perdido. Quatro pilotos russos reclamaram o abate de um Sabre cada (Majores Kirizov, Alfeyev e Shebanov, e Coronel Yevgeni Pepelyayev), quando na verdade o abate de Alfeyev foi “write off”, o de Shebanov foi avariado e o “kill” de Pepelyayev foi o único confirmado. Aquele foi o primeiro de 19 “kills” que esse grande piloto russo iria fazer durante a guerra.
MiG-15s na Coreia
Neste primeiro duelo de titãs, os dois Ases Jabara e Alfeyev se enfrentaram. Ambos voltaram para suas bases com os aviões tão avariados que foram considerados “write offs”. A foto que foi tirada “logo após a missão”, mostrando Jabara na frente de um F-86, na verdade era outro avião, não o que ele voou.» (In «aereo.jor.br»)
Os Estados Unidos ponderaram utilizar bombas atómicas, mas constataram que se o fizessem a União Soviética/Rússia faria o mesmo.

Sem comentários:

Enviar um comentário