terça-feira, 13 de maio de 2014

O DESCALABRO ÉTICO E MORAL DA UNIÃO EUROPEIA E DA NATO


O suserano da NATO é o presidente dos Estados Unidos e da União Europeia só a Suécia, a Finlândia, a Áustria e a Irlanda não pertencem à NATO, mas pertencem outros países como o Canadá, a Noruega e a Turquia. A NATO segue as normas de vassalagem do feudalismo, todos os países da NATO são vassalos dos Estados Unidos. A Colômbia é uma colónia dos Estados Unidos, sob ocupação militar, as Filipinas são também uma colónia dos Estados Unidos, território sob ocupação militar dos Estados Unidos para ameaçarem a China. A Austrália é um país vassalo dos Estados Unidos, base para ameaçar a China.
Os Estados Unidos têm andado a ameaçar o Mundo inteiro, têm estado a fazer manobras com aviões carregados de bombas atómicas. As pessoas informadas conhecem os genocídios de Hiroxima e Nagasáki em 1945, com bombas atómicas realizados pelos Estados Unidos e também sabem que os Estados Unidos chacinaram mais de dois milhões de pessoas na Guerra do Vietname, na sua teimosia imperial em apoiar o regime fascista do Vietname do Sul.
É a burguesia industrial norte-americana, ligada ao complexo militar-industrial que está por detrás destas ameaças militares globais.
O resultado é que a Rússia e a China compreendem que têm que produzir armas de destruição massiva, cada vez mais modernas e cada vez mais arrasadoras, para não serem alvo de um ataque dos Estados Unidos.

Na Venezuela têm havido manifestações frequentes contra o governo. Na Colômbia, onde a maioria esmagadora da população vive em condições de grande miséria, não há manifestações contra o governo pró-Washington, porque Washington não as organiza, mas organiza-as na Venezuela, porque a Venezuela não é uma colónia dos Estados Unidos, mas Washington quer que venha a ser.

A União Europeia é um conjunto de países que se roubam escandalosamente uns aos outros e que se odeiam uns aos outros. A União Europeia baseia-se no ódio e no roubo. Em 2014 a Alemanha exerce uma Ditadura imperial sobre toda a União Europeia, só prestando vassalagem a Washington, que autoriza essa Ditadura germânica sobre a União Europeia.
Aparentemente deveria interessar mais a paz que a guerra, a paz para se fazerem bons negócios. Mas um clima de paz prejudicava os interesses da alta burguesia industrial norte-americana, ligada ao complexo militar-industrial.
O golpe de Estado fascista-nazi em Kiev mostra que tanto Washington como Berlim gostam do fascismo-nazismo. A Junta Fascista-Nazi de Kiev ataca violentamente o Partido Comunista e o Partido das Regiões, só não ataca, publicamente, os judeus, porque é assessorada pela CIA.
A Guarda Nacional-Socialista da Junta Fascista-Nazi de Kiev fuzila civis à queima-roupa, mesmo diante de câmaras de filmar.
46 (quarenta e seis) ucranianos-russos foram queimados vivos num edifício de Odessa por bandos fascistas-nazis, ao serviço da Junta Fascista-Nazi de Kiev. 


Este massacre de Odessa por bandos fascistas-nazis é semelhante ao massacre de Odessa, também  por bandos fascistas-nazis, de ucranianos-russos de religião judaica, durante a II Guerra Mundial.
Os órgãos de comunicação social dominantes na chamada civilização ocidental apoiaram este massacre de 2014 em Odessa, assim como, no continente europeu, apoiaram o massacre de Odessa de judeus ucranianos-russos.

O jornalismo dominante na civilização ocidental é um jornalismo criminoso, realizado por criminosos, que apoiam os mais selváticos crimes, como o referido massacre de Odessa de 2 de Maio de 2014.

Sem comentários:

Enviar um comentário