sexta-feira, 2 de maio de 2014

MAIS UM 1º DE MAIO

O 1º de Maio evoca a luta dos trabalhadores dos Estados Unidos pelas oito horas de trabalho, em 1886, que começou em Chicago, a repressão bárbara que sofreram que até meteu juízes que condenaram alguns à forca e foram mesmo enforcados.
Foi numa Democracia Burguesa com ainda um regime de apartheid para os negros que só terminou na década de 1960.
O século XX foi o século de criar uma alternativa à Democracia Burguesa, com a implantação de regimes marxistas-leninistas, chamados de comunistas, mas na Europa implodiram todos.
O conceito criado por Marx e Engels de ditadura do proletariado foi fatal para esta ideologia como foi fatal na Rússia, depois transformada em União Soviética por Lenine, a nacionalização de todas as empresas sugerida no livro «O Capital» por Marx.
Enquanto o marxismo-leninismo na Europa tinha um futuro incerto as Democracias Burguesas concederam muitos direitos aos trabalhadores de que resultou o Estado Social europeu.
O marxismo-leninismo implodiu na União Soviética e nos outros países europeus, não apenas pelos desvios da teoria original, mas por erros graves na teoria original como o conceito ditadura do proletariado e a nacionalização de todas as empresas.
A Democracia Burguesa é em 2014 a única Democracia, a alta burguesia domina a sociedade mas faz concessões.

No entanto, a implosão do marxismo-leninismo na Europa levou a alta burguesia a substituir a «Ditadura do Proletariado» pela Ditadura dos Mercados. As Democracias Burguesas estão a evoluir, na Europa, para Ditaduras dos Mercados.

Sem comentários:

Enviar um comentário