sexta-feira, 16 de maio de 2014

A TENTATIVA DE SUICÍDIO DE PORTUGAL


A acção do governo PSD-CDS foi uma tentativa de suicídio de Portugal.
Paulo Rangel defende a perda da independência de Portugal, assim como o ex-comunista Vital Moreira. Ambos defendem a proibição da independência de Portugal, como o traidor do passado Miguel de Vasconcelos, que foi lançado por uma janela para a rua (defenestrado) pelos independentistas em 1 de Dezembro de 1640.

A União Europeia, enquanto conjunto de países que se ajudam uns aos outros para melhorarem a qualidade de vida da maioria da população, já não existe, deixou de existir, era um amanã que cantaria, tornou-se um hoje de choro, de fome, de opressão, de insultos aos esfomeados pelos que os roubam, é um espaço territorial de roubos.
O que existe é que na falsa União Europeia há países que se roubam uns aos outros e há povos que se odeiam uns aos outros. As leis da moeda euro são leis criminosas. As leis do falso Banco Central Europeu são leis criminosas.

A maioria dos portugueses tem sido arruinada pelo governo PSD-CDS, às ordens da Ditadura de Berlim, que é uma aberração. A Ditadura de Berlim na falsa União Europeia é uma Ditadura Infame, daqueles que já destruiram a Europa por duas vezes, num mar de sangue e de fogo.

Sem comentários:

Enviar um comentário