quinta-feira, 17 de abril de 2014

AS FRAUDES DO REICH NORTE-AMERICANO


A fundação do Reich norte-americano foi no dia 6 de Agosto de 1945, com o extermínio massivo de homens mulheres e crianças, na cidade de Hiroxima, no Japão, com uma bomba atómica.
O Reich norte-americano aprendeu com Hitler a exterminar homens, mulheres e crianças de todas as idades.

Foi a elite do partido Democrático dos Estados Unidos, liderada por Truman, que tinha sido vice-presidente de Franklin Roosevelt, que falecera, de morte natural, em 12 de Abril de 1945 no exercício do seu 4º mandato presidencial, que decidiu imitar os nazis com o extermínio massivo de civis, homens mulheres e crianças de todas as idades.
Não contente com o extermínio massivo de homens mulheres e crianças em Hiroxima a elite do partido Democrático mandou exterminar os habitantes de Nagasáki,  com outra bomba atómica, à boa maneira nazi, em 9 de Agosto de 1945. Na altura disseram que era para derrotar o Japão na guerra, quando o Japão já estava mais que vencido, em 2014, parece-me que foi, claramente, para intimidar a União Soviética.
Terminada a II Guerra Mundial, em 2 de Setembro de 1945, o Mundo ficou dividido em duas áreas de influência pelos Estados Unidos e pela União Soviética, que em 29 de Agosto de 1949 fez explodir a sua primeira bomba atómica, por ordem de Estaline, mas nunca usou nenhuma contra civis ou militares, nunca usou nenhuma numa guerra.
Na sua área de influência a União Soviética procurava impor regimes semelhantes ao seu, chamados de comunistas, baseados nas teorias de Marx, Engels e Lenine. Com grandes desvios da teoria todos esses regimes perverteram o conceito ditadura do proletariado formulado por Marx e Engels, que se tornaria no ponto fraco deste regime político, ditadura do proletariado deu origem a ditadura do partido Comunista. No domínio económico esses regimes assentavam na estatização e colectivização da propriedade das empresas. Por erros da prática e da própria teoria estes regimes implodiram todos na Europa.
O Reich dos Estados Unidos não impôs democracias, semelhantes à dos Estados Unidos, impôs sim algumas democracias semelhantes à dos Estados Unidos, na Itália e na Alemanha Ocidental, mas apoiou regimes de ditaduras fascistas ou criou-os. Apoiou o regime fascista-colonialista de Salazar, que foi aceite como fundador da NATO. Ora a NATO começou por ser uma liança de democracias com o regime fascista-colonialista de Portugal, criada, formalmente, em 4 de Abril de 1949.
Na América do Sul, o Reich norte-americano, não impôs democracias como a dos Estados Unidos, mas ditaduras fascistas, nomeadamente no Brasil, na Argentina e no Chile.

O Reich norte-americano liderado pelo presidente Nixon elegeu a Democracia como inimigo principal, na América do Sul. A CIA, por ordem de Nixon, organizou e apoiou o derrube da Democracia no Chile, em 1973, pelo ladrão, torturador e assassino Pinochet, um dos criadores com Milton Friedman, seu assessor, do neoliberalismo económico-financeiro.
Duas das máfias internacionais, que são a UEFA e a FIFA, em 2014, consideradas duas máfias de ladrões, não são apenas duas máfias de ladrões, são duas máfias de ladrões, torturadores e assassinos.


As máfias internacionais de ladrões, torturadores e assassinos, designadas por FIFA e UEFA exigiram que o play-off de apuramento para o Mundial de Futebol de 1974, fosse realizado no estádio de Santiago do Chile, que foi transformado por Nixon e Pinochet num Campo de Concentração de presos políticos, 
que lá foram torturados e fuzilados, com o entusiástico apoio da FIFA e da UEFA, que consideraram o fuzilamento de presos políticos num estádio de futebol um desporto muito recomendável.


Uma monumental fraude do Reich norte-americano é andar a pregar os Direitos Humanos, que, juntamente com a União Europeia viola selvaticamente, nomeadamente na Rede de Tortura Guantánamo e Sucursais, algumas conhecidos e ouras bárbaras prisões secretas. Forma referenciadas duas sucursais desta rede criminosa na União Europeia, uma na Polónia e outra na Roménia.

A última fraude do Reich norte-mericano e da União Europeia é terem feito regressar o fascismo à Europa, utilizando a metodologia do fascismo de massas de Mussolini em Roma, agora em Kiev. O Reich norte-americano e a União Europeia apoiam sem vergonha a junta fascista de Kiev, especializada numa ditadura que passa por assassínios, prisões arbitrárias, censura da comunicação social, proibição da liberdade religiosa, e proibição a parte da população de falar escrever e ler a sua própria língua. A comunicação social dominante na União Europeia apoia a junta fascista de Kiev, transmitindo notícias do agrado da junta fascista de Kiev, que são verdadeira propaganda de guerra, fazendo lembrar a imprensa nazi, durante o III Reich alemão.

Sem comentários:

Enviar um comentário