quarta-feira, 23 de abril de 2014

A REVOLUÇÃO DE 25 DE ABRIL DE 1974 E A III REPÚBLICA – V (DA DITADURA FASCISTA À DITADURA DOS MERCADOS OU DITADURA NEOLIBERAL)

Portugal passou da Ditadura Fascista de Salazar e Marcelo Caetano inspirada em Mussolini para a Ditadura dos Mercados de Ângela Merkel e Sarkozy-Hollande, inspirada na dupla Pinochet-Milton Friedman.
Mário Soares via na CEE/CE/União Europeia os amanhãs que cantam. Hoje, 40 anos depois da Revolução de 25 de Abril de 1974, Portugal vive debaixo de uma Ditadura cruel, que espalha desemprego, fome, trabalho escravo, que espalha lágrimas de fome e de revolta.
A Ditadura que se vive em Portugal em 2014 é uma Ditadura imposta por Berlim, com a concordância de Paris. Esta ditadura da Alemanha sobre a Zona Euro foi subscrita pelo PSD, pelo CDS e pelo PS de António José Seguro. O programa desta cruel Ditadura chama-se Tratado Orçamental, uma aberração com a ética e a moral do nazismo alemão.
A ideia original de Mário Soares era a de que Portugal entrando para a CEE/CE/União Europeia Portugal seria ajudado a desenvolver-se e que esse desenvolvimento traria menos desigualdades, mais empregos e melhores salários. Inicialmente esta ideia inicial de Mário Soares concretizou-se, mas deixou de se concretizar e Portugal entrou num retrocesso civilizacional de grande magnitude, que continua.
A ideia da França de Mitterand de criar a moeda euro foi desastrosa, na apliacção prática, porque as leis da moeda euro e do falso «Banco Central Europeu» foram feitas pelos alemães, para favorecerem o interesse nacional da Alemanha e o interesse social da alta burguesia.




A CEE/CE/União Europeia tornou-se o Império da alta burguesia, com a respectiva mitologia de privatizar tudo que dá lucro contra o interesse do bem comum, sistematizada na ideologia neoliberal,  que chama à Ditadura da alta burguesia Ditadura dos Mercados.

Sem comentários:

Enviar um comentário