terça-feira, 4 de março de 2014

CARNAVAL E MERCADO INTERNO


O governo PSD-CDS, às ordens de Berlim, quer acabar com o Carnaval. Para isso acabou com a tolerância de ponto para os funcionários públicos. Muitas Câmaras Municipais desobedeceram ao governo, nomeadamente as de Lisboa e Porto.

Para este governo maldito a competitividade de uma empresa não deve basear-se nem na modernização tecnológica nem numa gestão eficiente, mas em salários muito baixos.


O mercado interno está a ser fortemente penalizado pela Troika e pelos seus lacaios. Sem mercado interno o desenvolvimento económico está comprometido. Há muitas empresas portuguesas que vivem exclusivamente do mercado interno. E também há muitas empresas exportadoras que não conseguem aguentar-se sem venderem também no mercado interno. Sem mercado interno o desemprego não só não diminui como aumenta.

Se os salários forem muito baixos os trabalhadores não conseguem comprar produtos essenciais para eles e também para muitas empresas portuguesas.

Este governo PSD-CDS é contra a alegria da maioria dos portugueses.

Sem comentários:

Enviar um comentário