terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

OS ABUSOS DO PODER – O CASO BPN


Teixeira dos Santos e José Sócrates comportaram-se como dois neoliberais, quando nacionalizaram o BPN. O BPN devia ter ido à falência. Os funcionários públicos e os reformados e também os trabalhadores do sector privado estão a ser roubados pela quadrilha de Passos Coelho. O produto desses roubos, em boa parte é para pagar o desfalque que os criminosos do BPN fizeram. 7 mil milhões de euros  dos bolsos sobretudo dos funcionários públicos e dos reformados para os ladrões do BPN. Teixeira dos Santos e José Sócrates lesaram, gravemente, o Estado. A nacionalização de um banco falido de criminosos é escandalosa. Mas os activos dos donos do BPN não foram nacionalizados, o que tornou as dimensões do escândalo ainda mais inaceitáveis!!! Como foi possível???
Os tribunais portugueses condenam a pesadas penas de prisão ladrões de bancos, de relativamente baixas quantias. Mas no caso BPN o poder judicial quase nada faz.

É um época terrível esta, de injustiças monstruosas.

Sem comentários:

Enviar um comentário