quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

A UNIÃO EUROPEIA ESTÁ EM GUERRA CONTRA A UCRÂNIA



A União Europeia, governada por Berlim está em guerra contra a Ucrânia.
A imagem de marca da União Europeia é a de Berlim, é a fábrica de matar pessoas, homens mulheres e crianças de todas as idades, de Auschwitz.
A União Europeia é repugnante, está dominada por Berlim, que voltou à ética de Auschwitz.

Repugnam-me as televisões portuguesas ao serviço da selvajaria de Berlim-Auschwitz.



Berlim quer conquistar a Ucrânia como conquistou a Áustria e a Checoslováquia com o apoio de Paris de Londres.



Há grupos pró-Berlim nas ruas de Kiev que pertencem à mesma linha ideológica dos grupos ucranianos pró-Berlim que ajudaram as SS de Hitler a capturar os judeus, para serem exterminados. Seria bom que informassem o presidente Obama dos Estados Unidos que os alemães exterminaram os soldados negros do exército francês, que capturaram. E também seria bom que o vice-presidente dos Estados Unidos fosse informado, que se antepassados directos dele tivessem sido apanhados pelos ucranianos pró-Berlim em Kiev, teriam sido entregues às SS para serem exterminados.


«A maior parte do que vem sendo reportado pela mídia não revela o fato de que nacionalistas e fascistas de extrema-direita estão ao cerne dos protestos e ataques lançados contra prédios governamentais.
Um dos três principais partidos da oposição que lideram a campanha é o agrupamento antissemita e de extrema-direita Svoboda, cujo líder, Oleh Tyahnybok, afirma que uma "máfia judaico-moscovita" controla a Ucrânia.
Mas o senador americano John McCain não hesitou em dividir uma plataforma com ele em Kiev no mês passado. O partido, que administra a cidade de Lviv, liderou uma marcha este mês com 15 mil manifestantes carregando tochas em memória do líder fascista ucraniano Stepan Bandera, cujas forças combateram ao lado dos nazistas na Segunda Guerra Mundial e tomaram parte de massacres de judeus.

Assim, na semana em que a liberação de Auschwitz pelo Exército Vermelho foi comemorada como Dia Memorial do Holocausto, partidários daqueles que ajudaram a realizar o genocídio são saudados por políticos ocidentais nas ruas da Ucrânia.» (In «Folha de S. Paulo»)





O blogue «5 Dias net» apoia a Lili Marleene ucraniana?
 Agora o blog «5 Dias net» é germanófilo pró-Merkel?












«Los comunistas ucranianos crean milicias populares para luchar contra el fascismo


PC Ukraine

Los comités locales del Partido Comunista de Ucrania (PCU) han creado, en las regiones del este del país, milicias populares para luchar contra los neonazis apoyados por la Union Europea, el conocido como Euromaidan. Después de Odessa, Stakhanov, Simferopol y Dnipropetrovsk, el PCU ha organizado milicias en Louhansk y Zaporizhia.
La creación de la milicia comunista de Zaporizhia fue anunciada por el Secretario General del PCU de la región, Vitaly Misha. La iniciativa ha partido de los propios ciudadanos y de las organizaciones públicas, alarmados por la amenaza fascista. El objetivo de estas milicias será el mantenimiento del orden público, para impedir la desestabilización del oblast de Zaporizhia y bloquear todos los ataques del “banderismo” y resto de grupos de ultraderecha.» [In site «Partido Comunista da Federação Russa»]

Sem comentários:

Enviar um comentário