quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

OS TRAIDORES DO GOVERNO CONSIDERAM SUCESSO MATAREM PESSOAS POR FALTA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA

O governo de Passos Coelho já anda a matar pessoas a quem recusam assistência médica, por ordem de Berlim. O único limite conhecido dos alemães é Auschwitz.

O sucesso deste governo de traidores configura um autêntico golpe de Estado contra o bem comum.
O orçamento de Estado germanófilo de 2014 configura um tal ataque à maioria dos portugueses, que se parece em alguns aspectos com o golpe de Estado do ladrão, torturador e assassino Pinochet no Chile. Para Pinochet em política económica o mentor e colaborador directo era o fascista praticante, dito também de neoliberal, Milton Friedman, o mentor de Passos Coelho.

Sem comentários:

Enviar um comentário