quinta-feira, 17 de outubro de 2013

PORTUGAL ESTÁ EM PERIGO



«O OE de 2014 é herdeiro de uma famosa carta enviada pelo Governo à troika, ainda no consulado do anterior Ministro das Finanças. Mas sem personalidade. Do programa do PSD "para além da troika" de 2012, ao "enorme aumento de impostos" de 2013, segue-se agora algo sem nome, envergonhado e que se deu a conhecer aos soluços. (...) Se o erro económico e financeiro é fácil de detectar, mais difícil é compreender as suas origens. Há dois anos, podia-se falar de excesso de zelo e incompetência teórica; há um ano, já só se podia falar de interesses financeiros instalados. E este ano? Este ano apenas se vêem pessoas erradas, com poder e sem capacidade de mudança. O erro banalizou-se
Pedro Lains, «O terceiro orçamento de Vítor Gaspar» (Cit. in blog «Ladrões de Bicicletas»)

Mas, afinal o que é o erro?
Bem, o erro é a fome, o erro são as falências de empresas em larga escala, o erro é o desemprego, o erro é o empobrecimento da maioria dos portugueses.

Erro é um conceito vago, o que se constata é injustiça, é crueldade, é sadismo, é estupidez muito perigosa. Portugal está em perigo.

Sem comentários:

Enviar um comentário