quarta-feira, 9 de outubro de 2013

ELITES DESONESTAS


Ouvi, admiradíssimo, um jornalista de uma televisão insinuar que as elites portuguesas são «honestas».
Não são honestas as elites portuguesas e também não são honestas as elites da União Europeia e da NATO.


Comecemos pelas elites da NATO. O que é a NATO? A NATO é uma organização de tipo feudal, em que o país suserano são os Estados Unidos. Todos os países da NATO são vassalos dos Estados Unidos e alguns tem subvassalos. O objectivo da NATO é ameaçar o Mundo inteiro, é assustar o Mundo inteiro. O emblema da NATO é o Campo de Tortura de Guantánamo, território da ilha de Cuba, ocupado pelos Estados Unidos pela força, com base na tradição. O Campo de Tortura de Guantánamo tem sucursais conhecidas, como a de Abu Ghraib no Iraque e a de Bagram no Afeganistão e também pelo menos duas na União Europeia (na Polónia e na Roménia) e outras secretas onde se pratica a mais pura selvajaria na Tortura, incluindo Tortura até à morte. Estes centros de Tortura vão sendo remodelados, uns até fechados, enquanto abrem outros secretos.
A Tortura da Rede Guantánamo e Sucursais é exibida pela NATO como um exemplo «urbi et orbi». Sem vergonha, a NATO exibe a Tortura e fala em «Direitos Humanos», com a  maior hipocrisia.
Os países da NATO dedicam-se à espionagem, nomeadamente pela Internet, e nessa espionagem espiam o Mundo inteiro, nomeadamente o Brasil, espiam cidadãos comuns e empresas. E depois esses países da NATO até se espiam uns aos outros, sendo os Estados Unidos os reis da espionagem pela Internet, como o caso Snowden bem ilustra.
O presidente da República dos Estados Unidos condena à morte, sem julgamento, qualquer homem ou mulher, como no tempo da barbárie anterior à invenção do Direito pela República Romana. Nas execuções são utilizados aviões sem piloto, os «drones» que arrasam prédios inteiros, matando homens mulheres e crianças de todas as idades, sobretudo no Paquistão.
A crise financeira de 2008 mostra a corrupção ao mais alto nível.
«A Grande Recessão é uma crise económica global que ainda hoje se faz sentir após a crise financeira internacional precipitada pela falência do tradicional banco de investimento estadunidense Lehman Brothers, fundado em 1850. Em efeito dominó, outras grandes instituições financeiras quebraram, no processo também conhecido como "crise dos subprimes".» (in «Wikipedia»)
O documentário «Inside Job» mostra a corrupção ao mais alto nível.
Alguns não foram premiados como o banco «Goldman Sachs». Alguns foram longe demais e julgados e condenados como o norte-americano Bernard Madoff, condenado a 150 anos de cadeia.
A União Europeia é em si uma instituição corrupta, especialmente na Zona Euro, ao serviço da alta burguesia. O lema da União Europeia é privatizar os lucros e nacionalizar os prejuízos.
Em Portugal, o caso BPN é um caso de corrupção ao mais alto nível. Desfalques e nacionalização dos prejuízos…

Os moralistas da alta burguesia Alexandre Soares dos Santos e Belmiro Azevedo, fogem ao Fisco, legalmente, pagam os impostos na Holanda… Leis corruptas feitas por pessoas corruptas.

Sem comentários:

Enviar um comentário