quinta-feira, 3 de outubro de 2013

A APRESENTADORA DE TV FÁTIMA LOPES AFIRMA ERRO GROSSEIRO SOBRE A CASA DE BRAGANÇA


A apresentadora Fátima Lopes afirmou que Dª Filipa de Lencastre teve um casamento feliz com D. João I e que D. João I não teve amantes nem filhos bastardos.
Ora, o filho de D. João I e da sua amante Inês Pires, assumido, D. Afonso, deu origem à Casa de Bragança. D. João I conseguiu para o seu filho bastardo D. Afonso um excelente casamento, com Dª Brites Pereira, filha e herdeira da imensa fortuna de D. Nuno Álvares Pereira. Este filho bastardo de D. João I foi o primeiro duque de Bragança.
A partir de 1640 o duque de Bragança passou a ser o rei de Portugal. O primeiro duque de Bragança a tornar-se rei de Portugal recebeu o título de D. João IV e está associado à reconquista da independência de Portugal, em 1 de Dezembro de 1640.

«D. Afonso de Portugal, depois D. Afonso I de Bragança (Veiros - Estremoz, 10 de Agosto de 1377 - Chaves, 15 de Dezembro de 1461) foi o 8º conde de Barcelos, 2º conde de Neiva e o 1º Duque de Bragança. Supõe-se ter nascido em Veiros, no Alentejo, como filho natural do Rei D. João I e de Inês Pires.» (In «Wikipedia»)

Sem comentários:

Enviar um comentário