quinta-feira, 1 de agosto de 2013

OS INIMIGOS DA ESPÉCIE HUMANA


«O Tribunal Administrativo e Fiscal de Beja resolveu entregar provisoriamente à associação Animal o cão arraçado de pitbull Zico, que se encontrava no canil de Beja depois de ter morto um bebé em Janeiro.

Eufórica com a notícia, a dirigente da Animal Rita Silva explica que o cão vai agora ser rebaptizado, tal como sucede com todos os animais resgatados pela associação: “Vamos chamá-lo Mandela, porque tal como o líder sul-africano este cão também é um símbolo de liberdade. Esteve preso sete meses sem saber porquê, tal como Mandela esteve preso mais de duas décadas”.

Na origem da entrega provisória do cão à associação está uma providência cautelar interposta pela Animal, depois de a veterinária municipal de Beja ter decidido o seu abate.

Como está fechado há sete meses numa jaula de três metros quadrados, numa ala especial para cães perigosos, Rita Silva diz que vai ser necessário submetê-lo a tratamento especializado, uma vez que o seu estado se pode ter agravado.

“Primeiro vai para um hospital fazer um check-up geral”, descreve. “Desconfiamos que pode ter problemas de saúde. Depois, não excluímos o recurso a um comportamentalista animal e a uma especialista em recuperação de animais agressores.”

Mandela ficará ao cuidado da Animal até ser julgada a acção principal, ainda sem data marcada.» (In jornal «Público» net)

Esta Rita Silva e outras e outros como ela acham que o assassínio de um bebé da espécie humana é meritório.

Estou convencido que esta Rita Silva e aquelas e aquelas que pensam como ela, se tivessem vivido na década de 1940 até 1945 tinham ido matar bebés humanos para a fábrica de pessoas made in Germany de Auschwitz.

Sem comentários:

Enviar um comentário