terça-feira, 2 de julho de 2013

CAVACO SILVA ENCOSTADO À PAREDE COM A DEMISSÃO DE VÍTOR GASPAR

O actual presidente da III República de Portugal, o PSD Cavaco Silva, não parece disposto a convocar eleições legislativas, devido à demissão de Vítor Gaspar.

O governo de Passos Coelho entrou numa agonia final, mas atenção, enquanto estiver no poder é perigoso para a maioria dos portugueses.

«O palhaço perigoso
Cavaco Silva tem mais umas algumas medalhas para exibir no seu currículo. Primeiro aceitou que um ministro das Finanças estivesse demissionário durante 9 meses. Vítor Gaspar apresentou a demissão primeiro em Outubro de 2012, e novamente a seguir ao chumbo do Tribunal Constitucional. Agora aceita que uma secretária de Estado atolada até ao pescoço nos caso dos contratos "swap", suspeita de ter mentido ao parlamento, seja a nova ministra das Finanças. Cavaco Silva é, não tenhamos dúvidas, a criatura política mais nefasta que o país produziu nos últimos 39 anos. O principal responsável pelo esgoto a céu aberto em que se transformou Portugal.» (Sérgio Lavos in blog «Arrastão»)


«... e a leve impressão de que já vai tarde.
A esperança de que o demissionário Gaspar vá parar com os costados à prisão, por “serviços prestados” na delapidação dos recursos do país... é (por enquanto) uma utopia, evidentemente! Já a nomeação de Maria Luís Albuquerque, enterrada até ao pescoço no lamaçal dos SWAP, não tem, para já grande explicação... a não ser, provavelmente, o reconhecimento da única qualidade que a torna apta para o novo cargo no governo... e que é a capacidade para ir ao Parlamento mentir descaradamente aos deputados, sem corar, nem pestanejar.

Mas pronto... como já escrevi noutro lugar, poderia ter sido pior. Podiam ter ido buscar o Oliveira e Costa do BPN...» (Samuel in blog «Cantigueiro»)

Sem comentários:

Enviar um comentário