terça-feira, 16 de julho de 2013

A CRISE PORTUGUESA E O PS ENCOSTADO À PAREDE


Cavaco quer, a todo o custo, destruir a ideologia do PS, quer transformá-lo num partido mais ou menos inútil, numa muleta do PSD e do CDS-PP.


Irá António José Seguro «suicidar» politicamente o PS?
Este impasse vai demorar uns dias.
Enquanto Portugal se afunda, também a Zona Euro se afunda.
A ideia delirante dos neoliberais europeus de que é possível salvar a Zona Euro, sem a alteração das leis da moeda euro e do falso «Banco Central Europeu» é um mito tão verdadeiro como são verdadeiros os deuses da Grécia Clássica.
Para Portugal o problema é que a Zona Euro vai implodindo por partes – a Grécia e Chipre já implodiram. Só haverá mudanças substanciais na Zona Euro quando a crise que já atinge a França for mais visível.

A Zona Euro continua e continuará a afundar-se. Se o PS se tornar «irrevogável» à maneira de Paulo Portas e abdicar do que disse no último ano e se anular a si próprio o afundamento de Portugal será mais rápido.

Sem comentários:

Enviar um comentário