quinta-feira, 6 de junho de 2013

OS RACISTAS-COLONIALISTAS PORTUGUESES ROEM AS UNHAS


Os racistas-colonialistas portugueses estão concentrados no PS, PSD, CDS e Bloco de Esquerda.
João Soares do PS e os elementos do PSD e CDS que eram apoiantes activos do regime do Apartheid da África do Sul choram a queda do regime do apartheid da África do Sul e roem as unhas porque Nelson Mandela chegou a presidente da África do Sul. João Soares do PS e o grupo racista de João Soares e respectivos amigos do PSD como Rui Gomes da Silva e do CDS como Nogueira de Brito odeiam os negros que não são escravos.
O PS João Soares, o PSD Rui Gomes da Silva e o CDS Nogueira de Brito entraram ilegalmente em Angola, com a ajuda dos seus amigos do regime do Apartheid da África do Sul.
O Bloco de Esquerda ainda é mais racista que o grupo pró-Apartheid da África do Sul de João Soares, Rui Gomes da Silva e Nogueira de Brito. O Bloco de Esquerda tem uma corrente maoista muito próxima do nacional-socialismo alemão ou nazismo, que odeia os negros que não são pobres. Foi esta corrente maoista/nacional-socialista do BE (cuja expressão mais genuína foi o regime monstruoso dos Khmers Vermelhos do Camboja), que se recusou a cumprimentar o presidente negro da República de Angola, alegando que em Angola havia muita corrupção. Ora, Portugal é um dos países mais corruptos do Mundo – a ascensão por roubo-extorsão à viúva de Pinto de Magalhães por Belmiro Azevedo na Sonae e a corrupção dos juízes que «legalizaram» tal crime; o roubo feito por António Champalimaud aos próprios irmãos, no chamado caso da herança Sommer, também «legalizado» por juízes corruptos; o caso BPN que envolve altas figuras do PSD; as mafiosas parcerias público-privadas.

Todos estes racistas da Direita e da Esquerda devem estar a roer as unhas depois da entrevista do presidente da República de Angola à SIC.

Sem comentários:

Enviar um comentário