segunda-feira, 17 de junho de 2013

O NEGÓCIO DA AUSTERIDADE


A chamada austeridade na Zona Euro tornou-se um excelente negócio para a Alemanha, que já ganhou 80 mil milhões de euros, com as desgraças que Ângela Merkel impôs à Grécia, a Chipre, a Portugal, à Irlanda, à Espanha e à Itália.
A Alemanha trata do seu interesse nacional e despreza o interesse da União Europeia. Ao governo de Ângela Merkel estar na União Europeia é destruir a própria União Europeia.
Na Zona Euro a Alemanha trata dos seus interesses e os traidores que governam os países que Berlim está a destruir colocam-se do lado da Alemanha. Nacionalismo só pode haver um – o nacionalismo alemão, o nacionalismo está proibido aos países cujos governos de traidores os destroem para favorecerem o nacionalismo alemão.

O falso «Banco Central Europeu» já ganhou 6 mil milhões de euros com o negócio dos empréstimos a Portugal. O governo de traidores PSD – CDS – Troika – Cavaco em vez de exigir a devolução desses 6 mil milhões de euros vai destruir as vidas de milhões de portugueses com um corte de 4,7 mil milhões de euros, bem inferior aos 6 mil milhões de euros que deveria exigir ao falso «BCE» governado pelo mafioso italiano Mário Draghi. Se Portugal recebesse esses seis mil milhões a que tem direito, já não haveria álibi para o corte de 4,7 mil milhões de euros.

Sem comentários:

Enviar um comentário