domingo, 23 de junho de 2013

DE ROMA A PARIS - A ASCENSÃO DO FASCISMO



A crise da Zona Euro é algo de novo.
A legislação da moeda euro e do falso «Banco Central Europeu» é muitíssimo errada. A Alemanha já ganhou 80 mil milhões de euros com a crise da Zona Euro que empobrece as classes assalariadas e faz disparar o desemprego.
A Alemanha dá ordens na Zona Euro, como se tivesse ganho a II Guerra Mundial.
A traição de François aos ideais socialistas vai mais longe, ele tornou-se súbdito de Ângela Merkel, como Pétain era de Hitler.
Curiosamente, é a extrema-direita fascista de Marine Le Pen que está em grande ascensão na França. Muito curioso seria verificar como os fascistas franceses encaram os alemães, porque, o fascismo apareceu na Itália como uma ideologia nacionalista, com o objectivo de defender os interesses da Itália contra as outras nações. O fascismo alemão, mais conhecido por nacional-socialismo ou nazismo colocava a Alemanha acima de tudo.

Se, o programa de Marine Le Pen for modificar, radicalmente, a Zona Euro, tentando forçar a saída da Alemanha da moeda euro, ou fazendo sair a França do euro caso não consiga a expulsão da Alemanha da Zona Euro, terá hipóteses reais de formar governo em França, porque a causa da crise em França são as perversas leis da moeda euro e do falso «BCE», que favorecem Berlim.

Sem comentários:

Enviar um comentário