terça-feira, 11 de junho de 2013

A ESQUERDA É CONTRA A ALTA BURGUESIA, QUE DESEJA ETERNIZAR E MAXIMIZAR AS DESIGUALDADES SOCIAIS

«A Esquerda acolhe homens e mulheres de bem, gente disponível para dar sem pedir nada em troca. A Esquerda é revolucionária, no sentido em que procura permanentemente soluções novas para os velhos problemas. A Esquerda não destrói, constrói. A Esquerda é solidária, mas valoriza o mérito.» (Paulo Baldaia in «DN» net)

Acho que o Paulo Baldaia se enganou, «a gente de bem» é a designação que a Esquerda usa para classificar a Direita. A própria Direita considera que é constituída por «gente de bem». «Homens e mulheres de bem» pertencem à alta burguesia ou são seus capatazes ou apoiantes.

A Esquerda é constituída pelas pessoas que têm interesses contrários à alta burguesia e aos seus capatazes.


O que define, essencialmente, a Esquerda, é combater as desigualdades sociais. As desigualdades sociais são provocadas por um domínio injusto e imoral da alta burguesia, que só é possível porque a evolução da Humanidade ainda não é suficiente para que as classes sociais oprimidas pela alta burguesia tenham a instrução e a capacidade de compreensão para derrubarem o poder da alta burguesia.

Sem comentários:

Enviar um comentário