domingo, 23 de junho de 2013

A ESCANDALOSA CORRUPÇÃO DO CASO LUSOPONTE ENVOLVE O PSD FERREIRA DO AMARAL E A MOTA-ENGIL QUE JÁ FOI PRESIDIDA PELOS PS JORGE COELHO


Um caso gravíssimo de corrupção em Portugal é o caso «Lusoponte», que envolve o governo de Cavaco Silva. O ministro do PSD Ferreira do Amaral arranjou um monumental «tacho» na «Lusoponte». A gravidade do caso «Lusoponte» põe em causa o rotativismo da III República, porque a «Mota-Engil», que já foi presidida pelo PS Jorge Coelho é altamente beneficiada neste caso de corrupção, diante dos nossos olhos. A Parceria Público-Privada com a «Lusoponte» envolve o escandalosíssimo e corruptíssimo pagamento pelos contribuintes portugueses de 400% do que a «Lusoponte» gastou para fazer a ponte Vasco da Gama sobre o rio Tejo. Este pagamento de 4 pontes Vasco da Gama por uma só à «Lusoponte» é da máxima gravidade.

«Em tarde de “Convenção Autárquica”, ou lá como se chama aquilo, onde, segundo consta, terão estado as várias facções do PS, o deputado João Ribeiro subiu à tribuna para atacar o PCP. Poder-se-ia pensar que o esforçado João Ribeiro teria discursado apenas na qualidade de candidato autárquico à Câmara de Setúbal, que como se sabe é presidida pela CDU, e que escolhera, portanto, fazer pela vidinha mais do que pensar que o discurso «lato» poderia ser ligeiramente incómodo para aqueles seus «camaradas» que, atrás de si, andam há meses a clamar por possíveis ‘entendimentos’ e ‘diálogos’. Não considero que se tenha tratado propriamente de erro de táctica política, de mero disparate de principiante, ou de um simples lapso. Não o foi como não foi nenhum «lapso» o recente insulto de Francisco Assis à luta dos professores, colocando-se tão fervorosamente, como se viu, ao lado de Nuno Crato e do governo. Bem pelo contrário. Isto tudo é só o surgimento à superfície daquilo que há de mais verdadeiro e de mais genuíno neste PS e nesta sua trupe de dirigentes. O PS ataca o PCP com a mesma naturalidade, o mesmo jogo político, as mesmas armas e com as mesmas tácticas, com que qualquer outro partido de Direita ataca um partido de Esquerda. Alguns militantes do PS acharão errado, e que a luta do partido não deveria passar por aí. Eu não acho que seja «errado». Acho perfeitamente normal. O PS é precisamente isto. Já só se ilude quem se deixa iludir.» (Ivo Rafael Silva in blog «5 Dias net»)

Sem comentários:

Enviar um comentário