terça-feira, 18 de junho de 2013

A ENCRUZILHADA DA ZONA EURO


Vivemos uma época de um grande vazio intelectual para explicar a crise da União Europeia e sobretudo a crise da Zona Euro.
Para Portugal a presença na Zona Euro é uma situação duplamente perigosa. É perigoso sair da Zona Euro para Portugal, mas também é perigoso continuar na Zona Euro. Há que escolher o mal menor.

A queda deste governo de traidores PSD-CDS-Troika-Cavaco ajudava a permanência de Portugal na Zona Euro. Outro governo exigiria a devolução dos 6 mil milhões de euros que o falso «BCE» ganhou com o negócio da crise portuguesa, e o fim da austeridade.

Sem comentários:

Enviar um comentário