quinta-feira, 2 de maio de 2013

UM CASO DE DEMÊNCIA NO PODER


Vítor Gaspar, o ministro da Troika, diz que viremos a ter, em Portugal, em 2017, um crescimento de 2,2% (-2,3% este ano), um desemprego de 16,7% (17,5% este ano), um défice de 0,2% (6,4% em 2012) e uma dívida de 115% (123% este ano).
Vítor Gaspar conseguiu aumentar, pelo menos, em 5% o desemprego em Portugal.
Vítor Gaspar faz as previsões com base nas suas políticas erradas e injustas. 
O Gasparinho foi à bruxa, já que é uma nulidade a Matemática, porque se engana, sistematicamente, nas contas.

A única probabilidade de a situação melhorar em Portugal em 2017 dever-se-à ao facto de, na pior das hipóteses, Passos Coelho e Vítor Gaspar só poderem estar no governo até 2015.

Sem comentários:

Enviar um comentário